terça-feira, 11 de julho de 2017

Estudo sobre síndrome de Guillain-Barré é apresentado em congresso na Espanha

Marina Gadelha – ASCOM – Reitoria/UFRN

O estudo realizado com apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) sobre a alta incidência da síndrome de Guillain-Barré no RN, após o surto do Zika vírus, está entre os trabalhos apresentados no encontro anual da Sociedade do Nervo Periférico (Peripheral Nerve Society – PNS), que acontece na Espanha desde o último sábado, 08, até esta quarta-feira, 12.

O tema foi dividido em duas apresentações, ministradas pelo professor do Departamento de Medicina Integrada, membro do Instituto de Medicina Tropical (IMT) da UFRN e médico da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), Mário Emílio Dourado, que participa do evento junto a cientistas de vários países para compartilhar experiências e discutir os melhores tratamentos para pessoas que sofrem de doenças no nervo periférico.

Além da UFRN, o trabalho desenvolvido no Estado sobre a síndrome de Guillain-Barré teve apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Nenhum comentário:

Postar um comentário