domingo, 31 de maio de 2015

SOBRE GATOS E LAMBÕES
Tomislav R. Femenick 


            Há palavras que nos dizem tudo, embora os dicionários nos atrapalhem o entendimento sobre elas. Lambão é uma dessas palavras. Os dicionários dizem que é aquele que é lambareiro, lambuzão, lambarão, tolo, palerma, parvo, ávido por lambarices, que executa grosseiramente as suas tarefas, que é bruto, grosseiro, estúpido. Na vida real lambão é aquele que lambuza, que lambe, que passa a língua em alguma coisa e assim vive a fazer. O maior exemplo de lambão são os gatos. São lambões por natureza. A imagem exemplar dos gatos que se tem é um animal deitado a se espreguiçar e se lamber. Aliás, os gatos têm outra qualidade bem própria deles: são uns tremendos oportunistas. Só querem levar vantagens em tudo. Beneficiam-se de tudo, de tudo tiram proveito e para nada contribuem. Não defendem as casas dos seus donos, não latem quando os ladrões entram em suas casas e não balançam o rabo para os seus donos. Somente miam quando estão com fome.
            Espelhados nos gatos, também há muitos humanos que se comportam como eles. Têm ótimas apareças, ficam quietos, somente esperando a oportunidade para obter proveito, tirar ganho e lucro de qualquer oportunidade. São manhosos como os gatos de verdade, oportunistas como eles e como eles uns tremendos lambões. São os homens e as mulheres gatos.
            Essa alomorfia (passagem de uma forma para outra, metamorfose), essa transformação do estado de ser humano para gato e vice-versa parece ser mais acentuada naqueles homens e gatos que têm o nome de Bill. Apesar de ser viciado em trabalho, o ex-presidente norte-americano Bill Clinton era um desses homens gato. Foi um dos melhores dirigentes da história recente dos Estados Unidos, mas era um tremendo lambão. Gostava de lamber charutos umedecidos com fluidos vagínico de uma estagiaria, uma tal de Monica Lewinsky – uma tremenda baranga, diga-se de passagem. Por causa disso, se tornou o segundo presidente estadunidense a sofrer um processo de impeachment, mas acabou sendo absolvido e teve as mais altas taxas de aprovação pelo povo do seu país; 58% de imagem positiva. A lição que se tira desse episódio é que se é lambão, mas não tira vantagem, o povo aprova.
            Agora, imagine você se a historia for outra. Se o personagem fosse um gato de verdade, lambão como todos os gatos e, ainda por cima, quiser se dar bem com o dinheiro do governo, do povo. Parece impossível, parece até conto do Trancoso1. Mas não é. De vez em quando, em nosso país as historia da carochinha viram verdade. O gato Byll tinha nome e sobrenome (da Silva Rosa) e recebia os benefícios da Bolsa Família juntamente com dois irmãos fantasmas, desde o inicio de 2008. Tudo isso foi lambança e obra do seu dono, o funcionário público Eurico Siqueira da Rosa, coordenador da Bolsa Família no Município de Antonio João, em Mato Grosso do Sul. O desvio ético foi descoberto somente porque o gato Byll não compareceu ao posto de saúde local, como manda o programa.
            Quantos outros Byll existem no Bolsa Família? Certamente ele não era o único caso de esperteza, de maracutaia existente nesse programa que envolve milhões de brasileiros e que não tem quase nenhuma fiscalização. Nem em todo lugar há a atuação de agentes de saúde, como aquele que foi atrás do gato fujão do posto de saúde. O que existe são postos de saúde que não têm médicos, enfermeiros ou simples atendentes.

            O Rio Grande do Norte é um exemplo da calamidade na saúde pública e de outras mais: de escolas desaparelhadas e sem professores, de falta de segurança pública e falta de água e esgotamento sanitário. Por outro lado eu, você e todos nós temos certeza que por aqui há muitos desses gatos. Como os que há roubando nas redes de água e luz e nos gabinetes de vereadores e deputados e em repartições e empresas governamentais dos três poderes. Tudo isso pago com o dinheiro dos impostos que eu, você e todos nós pagamos.
____


[1] Em 1575, Gonçalo Fernandes Trancoso publicou em Portugal o livro “Contos e histórias de exemplo”, que passou a ser uma referência de contos populares. Daí a expressão “conto do Trancoso”, que para cá veio com os nossos colonizadores. 

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte | Assessoria de Imprensa

Souza solicita estudos sobre
potencial produtivo do gás natural

 

Crédito da foto: Eduardo Maia
 
Por considerar que o incentivo do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Industrial (PROGÁS), onde o Rio Grande do Norte é o único Estado que subsidia o gás natural para a indústria, ainda é pouco quando comparado ao potencial de exploração, o deputado Souza (PHS) encaminhou requerimento ao governador Robinson Faria (PSD) e ao secretário de Desenvolvimento Econômico Paulo Roberto Cordeiro, solicitando estudos sobre o potencial produtivo de gás natural no Estado.
“Poucos sabem as vantagens do gás natural em relação ao Gás Liquefeito de Petróleo (GLP). Temos um imenso potencial de produção. Porém, atualmente o Brasil importa da Bolívia 30 milhões de metros cúbicos de gás natural, por dia, por meio do gasoduto que vai de Corumbá (MS) a Campinas (SP), afirma Souza.
O parlamentar argumenta ainda que estimativas da Agência Internacional de Energia mostram que a produção de gás sem terra no Brasil pode passar dos atuais três bilhões de metros cúbicos ao ano para 20 bilhões de metros cúbicos em 2035. No entanto, o País só alcançará essa produção se adotar medidas que fortaleçam a exploração do combustível.
“Aqui no Estado já dispomos do incentivo do PROGÁS, porém ainda é pouco em relação ao nosso potencial produtivo. Nesse sentido solicitamos estudos urgentes sobre esse potencial para que assim possamos divulgar e atrair ainda mais investidores, gerando mais emprego e renda para o Rio Grande do Norte”, concluiu o deputado em sua justificativa.


UFRN no SiSu

(Sirleide Pereira – Ascom-reitoria/UFRN)

A Pró-reitoria de Graduação (Prograd) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) informa que a instituição não ofertará vagas para o Sistema de Seleção Unificada (SiSu) do meio do ano de 2015 , por que as vagas para ingresso no 1º e 2º semestres deste ano foram ofertadas no SiSu do início do ano.
Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte | Assessoria de Imprensa

29.05.2015

Assembleia homenageia Bombeiros Militar e Defesa Civil durante sessão solene

Crédito da foto: Eduardo Maia

Propositura de Jacó Jácome foi realizada em reconhecimento aos serviços prestados durante resgate em Mãe Luíza

A Assembleia Legislativa realizou nesta sexta-feira (29) sessão solene em homenagem às equipes do Corpo de Bombeiros Militar e da Defesa Civil que trabalharam no resgate do corpo do auxiliar de pedreiro Kleberson do Nascimento, que morreu quando tentava desobstruir um bueiro para passagem de água da chuva, na Rua Atalaia, bairro de Mãe Luíza, no dia 21 de março.

“Foram sete dias de trabalho intenso, envolvendo mais de 50 profissionais. Vale lembrar que muitos deles estavam de férias ou folga naquele período, mas, ainda assim, compareceram voluntariamente ao trabalho”, disse Jacó Jácome (PMN), propositor da homenagem.

De acordo com o parlamentar, a ação integrada das equipes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil, vencendo os riscos de desabamentos e contaminações, foi fundamental para o êxito da missão. “O espírito de altruísmo de todos os envolvidos foi fundamental para o sucesso do resgate. Nos sentimos protegidos pelos seus aguerridos e relevantes serviços”, declarou Jacó.

Para Pedro Celestino, secretário adjunto de Defesa Civil, os profissionais da instituição atuam focados na segurança da sociedade. “A Defesa Civil de Natal tem um corpo de agentes comprometido em empenhar as atribuições do órgão. Registro ainda o meu agradecimento à Caern, Semsur e Urbana, instituições que também contribuíram para o sucesso daquela ação”, afirmou o secretário adjunto.

Pedro Celestino lembrou que a participação da sociedade também é importante para o trabalho desenvolvido. O secretário fez um apelo para que a população não descarte lixo em locais inadequados.  “Aquele problema está associado principalmente à questão do lixo. Isso faz com que a população atente para a importância do seu papel”, comentou.

Durante a solenidade, o Coronel Laurêncio Menezes de Aquino, diretor de operações do Corpo de Bombeiros do RN, fez uma abordagem histórica da instituição e agradeceu a homenagem prestada pela Casa legislativa. “Muito nos honra reverenciar a atuação desta equipe de abnegados. Heróis anônimos que deram um grande exemplo de solidariedade, doação e amor ao próximo”, declarou.

Também presente na solenidade, o deputado federal Antônio Jácome (PMN) elogiou a atuação das equipes de resgate e enalteceu a propositura de Jacó Jácome. “É o reconhecimento público do Legislativo Estadual aos valiosos serviços prestados à sociedade. Serve ainda para mostrar à população os desafios e dificuldades enfrentados diariamente por estas equipes”, falou Antônio Jácome.

A solenidade foi encerrada com a entrega de diplomas aos representantes das corporações homenageadas e aos membros das equipes participantes do resgate. Participaram do evento o deputado Hermano Morais (PMDB), o secretário adjunto de Segurança, Caio Marques Bezerra, o comandante da Policia Militar do RN, coronel Ângelo Mario de Azevedo Dantas, o secretário municipal de Segurança e Defesa Social de Natal, Osório Jácome, dentre outras autoridades.

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Senador Garibaldi quer que o Governo Federal bote a transposição prá frente.

O senador Garibaldi Filho defendeu a necessidade de o governo federal não diminuir o ritmo das obras de transposição do Rio São Francisco. Ele fez a intervenção, no Plenário do Senado, em aparte ao senador baiano Otto Alencar, que defendia a tese de que se não for feita uma revitalização do rio, “o governo federal vai jogar no ralo mais de R$ 8 bilhões numa transposição, sendo que não haverá água”.

O também baiano senador Walter Pinheiro, antes de Garibaldi se pronunciar, havia sugerido interromper as obras da transposição. “O ideal seria remanejar os recursos da transposição para, imediatamente, esse processo de revitalização, invertendo a lógica”, declarou. Ele argumentou que não há como transpor a água de um lugar para o outro se não há água.


“Há, da nossa parte, da parte dos estados receptores, uma preocupação muito grande, porque as chances para o El Niño voltar neste verão estão próximas a 100%, com simulações sugerindo que, até dezembro próximo, haveria possibilidade de exceder o evento devastador de 1997 e 1998”, advertiu Garibaldi Filho.


O senador potiguar informou que o eixo norte da transposição, que tem 402 km de extensão, já está com 76% das obras executadas. O eixo leste, com 220 km de comprimento, está finalizado em 72,4%. Garibaldi Filho concordou com a preocupação dos baianos em revitalizar o rio. “Mas gostaria de manifestar a nossa preocupação de que as obras da transposição, que são absolutamente fundamentais para a segurança hídrica do Nordeste semiárido, não sofram nenhuma desaceleração”, ponderou. [Roberto Homem/Assessoria de Imprensa]


--
Postado por AssessoRN - Jornalista Bosco Araújo no AssessoRN.com em 5/28/2015 07:00:00 PM
Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte | Assessoria de Imprensa

Nando Cordel é atração no projeto "Domingo Melhor"


Crédito da foto: Assessoria de imprensa 

Música, lazer, cultura e gastronomia vão estar presentes no próximo domingo (31) no lançamento de um novo formato para o projeto cultural "Domingo Melhor", realizado em parceria pela Assembleia Legislativa e o Sistema Fecomércio RN. O projeto vai levar atrações musicais, espaço gastronômico e lazer para a população a partir das 14h, ao lado da Praça André de Albuquerque. O cantor e compositor pernambucano Nando Cordel será a atração principal.

Retomado neste ano, o projeto "Domingo Melhor" é uma alternativa de entretenimento e cultura para a população potiguar, oferecendo atrações de qualidade para o lazer de famílias durante todo o domingo. O projeto vai contar com apresentações artísticas, oficinas de artesanato, praça de alimentação no estilo de comidas de rua e recreação infantil. Durante a tarde, farão apresentações os cantores Ivan do Monte e Fernanda Azevedo, que participam da Assembleia Cultural, e também Nando Cordel, autor de sucessos como "Paz Pela Paz", É de Dar Água na Boca", Você Endoideceu Meu Coração", "Coração da Gente" e "Doce Estrela".

“O projeto Domingo Melhor garante entretenimento à população de forma gratuita onde crianças e adultos poderão aproveitar o espaço de lazer durante todo o domingo. Com esse e outros projetos, como a Assembleia Cidadã e a Cultural, a casa legislativa cumpre também o seu papel social de estar sempre ao lado das pessoas”, destacou o presidente da Assembleia, Ezequiel Ferreira.

O presidente do Sistema Fecomércio, Marcelo Queiroz, destaca o novo formato do evento. "Realizamos com muito sucesso o Domingo Melhor até há cerca de dez anos. Esta retomada, em um formato mais amplo e em um local totalmente aberto ao público é nossa maneira de voltarmos a interagir com o público natalense de forma mais direta em um evento que reúne várias vertentes nas quais atuamos com o Sistema, como lazer, gastronomia e cultura. Eu diria que é um presente que nós e a Assembleia Legislativa estamos dando à cidade", diz Queiroz.

A TV Assembleia, além de promover o evento, irá transmitir ao vivo a programação cultural e fará flash ao vivo durante todo o domingo. "A parceria com o Sistema Fecomércio viabilizou a retomada desse projeto de sucesso, para que pudéssemos trazer à cidade uma ação que une cultura e lazer", destaca o diretor da TV, Bruno Giovanni.

A programação começa às 14h e a entrada é gratuita.

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Moto colhida por carro

Ainda não se sabe o estado do motociclista que foi atropelado pelo condutor de um carro na tarde de hoje, na avenida Prudente de Morais, nas proximidades da Padaria Bonfim, provocando congestionamento no tráfego de veículos durante mais de uma hora. Segundo informações, o acidente teria ocorrido por volta das 16 horas. A vítima foi transportada para o pronto socorro Clóvis Sarinho, em ambulância do SAMU.
Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte | Assessoria de Imprensa
27.05.2015 - 19h01m

Audiência Pública discute classes hospitalares no Rio Grande do Norte

Crédito da foto: Assessoria de imprensa 

A Assembleia Legislativa promoveu, na tarde desta quarta-feira (27), uma audiência pública para discutir a regulamentação das classes hospitalares no Rio Grande do Norte. Reunindo políticos, professores, representantes do Poder Público e crianças, o encontro, proposto pelo deputado Hermano Morais (PMDB), enalteceu a importância da aprovação de projeto de lei que garanta o acesso à educação às crianças que estão internadas na rede hospitalar potiguar.

As classes hospitalares são ambientes projetados dentro de unidades de saúde voltadas para o atendimento a crianças e adolescentes que não têm condições de interromper o tratamento e acompanhar aulas em escolas convencionais. No Rio Grande do Norte, há diversos profissionais da rede pública e voluntários que atuam no ensino a esses jovens. Contudo, ainda não há uma regulamentação que garanta o acesso de todos os pacientes à educação.

Com depoimentos emocionados, professores e ex-alunos de classes hospitalares falaram sobre a importância do trabalho realizado junto a essas crianças, que podem ter a vida escolar completamente comprometida caso não tenham a oportunidade de prosseguir com os estudos durante o tratamento médico.

Para evitar esse problema, o deputado Hermano Morais apresentou um projeto de lei que regulamenta e garante o funcionamento das classes hospitalares no Rio Grande do Norte, com a criação de núcleo específico dentro da Secretaria Estadual de Educação (Seec) para operacionalizar e disponibilizar o ensino a esses estudantes.

"O que queremos é garantir que a lei seja aprovada e que o Governo não vete a norma. Que abrace a causa não como um projeto de Governo, mas como um projeto de estado", disse o deputado Hermano Morais, que também teve a companhia dos deputados Jacó Jácome (PMN) e Carlos Augusto Maia (PTdoB) no debate.

Também presente à discussão, o promotor Raimundo Caio elogiou o tema da audiência e a proposição da lei por parte de Hermano. O representante do Ministério Público sugeriu que o Governo do Estado, antes mesmo da aprovação do projeto, buscasse fazer uma  regulamentação através de decreto para garantir os direitos dos estudantes. A ideia foi bem recebida por Hermano Morais, que também está acatando sugestões para o possível  aperfeiçoamento da proposta.

"O projeto já está pronto, mas ainda poderemos fazer os ajustes que forem necessários. Avançamentos muito na discussão e vamos buscar todas os meios para aprovar essa lei e garantir educação de qualidade para todos os nossos jovens", disse Hermano Morais.

No encontro, além de professores, estudantes e deputados, participaram representantes das secretarias de Educação de Natal, Caicó e do Rio Grande do Norte, do hospital Giselda Trigueiro, UFRN, Secretaria Estadual de Saúde, Unicef, Ministério Público Federal, Justiça Federal e sociedade civil organizada.

Extração e comércio ilegal de turmalina em Parelhas, dá cadeia para oito empresários, inclusive um deputado.

27/05/2015 08h51 - Atualizado em 27/05/2015 09h11

Pedra preciosa extraída ilegalmente na Paraíba era 'esquentada' no RN, diz PF

Operação Sete Chaves cumpriu mandados de busca em Natal e Parelhas.
Objetivo é desarticular grupo que age na extração de turmalina paraíba.

Do G1 RN
Pedra turmalina paraíba pode chegar ao valor de R$ 3 milhões, segundo a Polícia Federal (Foto: Divulgação/Polícia Federal)Pedra turmalina paraíba pode chegar ao valor de
R$ 3 milhões, segundo a Polícia Federal
(Foto: Divulgação/Polícia Federal)
As cidades de Natal, capital potiguar, e Parelhas, na região Seridó potiguar, também foram alvos do cumprimento de mandados de busca e apreensão da operação Sete Chaves, deflagrada pela Polícia Federal na manhã desta quarta-feira (27) com o objetivo de combater a extração ilegal e comercialização da turmalina paraíba, uma das pedras preciosas mais valiosas do mundo.
A PF informou que a turmalina paraíba é considerada uma das pedras mais caras do mundo. Depois de retirada ilegalmente do distrito de São José da Batalha, no município de Salgadinho, região do Cariri, na Paraíba, estava sendo enviada à cidade de Parelhas, no Rio Grande do Norte, onde era ‘esquentada’ com certificados de licença de exploração.  De lá, as pedras seguiam para Governador Valadares, em Minas Gerais, onde eram lapidadas e enviadas para comercialização em mercados do exterior, como Bangkok, na Tailândia, Hong Kong, na China, Houston e Las Vegas, nos Estados Unidos.
Em nota enviada à imprensa, a PF informou que o Ministério Público Federal (MPF), por meio da Procuradoria da República em Patos, na Paraíba, obteve oito mandados de prisão, oito medidas de sequestro de bens móveis e imóveis, no valor de R$ 50 milhões, além de 18 mandados de busca e apreensão que estão sendo executados, simultaneamente, por 130 policiais federais de todo o Nordeste nos estados da Paraíba, Rio Grande do Norte, Minas Gerais e São Paulo.
A organização criminosa, ainda de acordo com a Polícia Federal, é formada por diversos empresários e um deputado estadual que se utilizavam de uma intrincada rede de empresas off shore para suporte das operações milionárias nas negociações com pedras preciosas e lavagem de dinheiro.
O termo Sete Chaves é referência feita aos negociadores no mercado restrito da pedra preciosa turmalina paraíba, que guardavam à “sete chaves” o segredo sobre a exploração ilegal da gema

Márcia Maia cobra ações para combater insegurança no RN

Crédito da foto: Eduardo Maia

A falta de segurança foi o tema do pronunciamento da deputada Márcia Maia (PSB) na sessão ordinária da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (27). A parlamentar solicita priorização de recursos e ações dos governos estadual e federal para solucionar a insegurança no Rio Grande do Norte.

“Estamos vivendo assaltos a bares e restaurantes, fuga em massa de penitenciária. A população quer paz e nós estamos aqui para ecoar este sentimento. Precisamos saber o que está sendo feito, qual o planejamento e quais os investimentos previstos para o setor. É preciso que se priorize estas ações”, disse Márcia Maia.

A deputada citou ainda os dados do IBGE, onde o Rio Grande do Norte aparece como um dos estados com a maior taxa de desemprego do Brasil. Segundo ela, essa estatística pode contribuir com a insegurança. “é preciso melhor o aparato policial, mas também investir em políticas sociais”, disse ela. Outro assunto levantado pela deputada Márcia Maia foi a convocação dos 824 concursados da PM, que segundo ela, deveriam estar nas ruas aumentando o efetivo.

Em apartes, outros deputados contribuíram com a discussão. O presidente da Casa, o deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PMDB) elogiou o trabalho realizado pela secretária de Segurança e Defesa Social, Kalina Leite e disse que a população precisa de ações emergenciais, mesmo com a crise financeira que passa o Estado e o País. “O cidadão tem direito à proteção”, afirmou Ezequiel.

Fernando Mineiro (PT), líder do Governo na Assembleia, disse que há uma redução nos índices de criminalidade no Estado, mesmo com a precariedade no Sistema de Segurança. Tomba Farias (PSB) falou que a sensação de insegurança é grande, apesar dos números divulgados pelo deputado Mineiro.

Getúlio Rêgo (DEM) finalizou a discussão pedindo uma reflexão sobre a crise financeira dos estados, que acaba prejudicando serviços essenciais como segurança e saúde. “O Governo corta o orçamento e quem paga a conta é o povo”, concluiu Getúlio.
Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte | Assessoria de Imprensa

Hermano cobra solução para a crise financeira dos municípios

Crédito da foto: Eduardo Maia 

A reunião entre os prefeitos e o Governo Federal para debater políticas públicas, iniciado em Brasília na última segunda-feira (25), guiou o pronunciamento do deputado Hermano Morais (PMDB) nesta quarta-feira (27).

“Espero que nesse encontro sejam anunciadas medidas para solucionar, mesmo que parcialmente, a crise hídrica provocada pela seca prolongada nos municípios do Nordeste. Espero que dessa mobilização tenhamos essa notícia e que recursos sejam preservados para acudir a população nordestina”, destacou Hermano.

O deputado ainda citou a crise dos municípios, provocada pela queda nos repasses de verbas relacionadas ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM). No final de sua fala destacou a importância do Pacto Federativo para os municípios do nordeste.
Copyright © 2015 Assembleia Legislativa do RN, All rights reserved.

domingo, 24 de maio de 2015

Chefe da segurança da Assembléia Legislativa é ex-comandante da PM/RN.

O novo chefe da segurança da Assembléia Legislativa é o ex-comandante da Polícia Militar, coronel RR Francisco Araújo, aposentado há mais de cinco meses. A revelação foi do deputado Nelter Queiroz (PMDB), na sessão da última 5ª feira, 21, quando discursava sobre a insegurança no Estado, principalmente nas regiões médio e alto oeste. Nelter Queiroz que mais policiais nas ruas e a volta para a caserna dos que estão à disposição de outros órgãos do Estado, com o objetivo de reforçar o policiamento no interior e capítal. Nelter não revelou o número de soldados, cabos, sargentos e oficiais da PM/RN que estão à disposição da Assembléia.
Vários deputados falaram na sessão, inclusive Getúlio Rêgo (DEM) e Ricardo Motta (PROS).

sábado, 23 de maio de 2015

Não existe essa coisa de dinheiro público
Tomislav R. Femenick – Contador; autor do livro “Para aprender economia”.



Nos anos 1970 se iniciou uma ação, mais que um movimento teórico, de redução da intervenção do Estado na economia e ampliação da liberdade das pessoas; de revitalização do liberalismo econômico e político. Aconteceu primeiro nos países capitalistas desenvolvidos; depois por quase todo o mundo. Os principais condutores desse movimento foram Margaret Thatcher, na Grã-Bretanha, e Ronald Reagan, nos Estados Unidos.
Primeira-ministra da Inglaterra de 1979 a 1990, Thatcher vendeu a particulares o controle que o governo britânico mantinha de algumas empresas – indústrias, mineradoras e prestadoras de serviços –, cortou gastos públicos, proibiu o aumento dos preços dos serviços governamentais e enfrentou o poder dos sindicatos, principalmente dos mineiros de carvão. Tudo isso resultou na redução da inflação e, por um período inicial, um crescimento da taxa de desemprego. Politicamente teve uma ação drástica contra as esquerdas locais e combateu duramente os países de governo comunista. Em 160 anos, foi o único primeiro-ministro a permanecer no cargo por três mandados consecutivos e, ainda, elegeu seu substituto, John Major, do seu partido, o Conservador. Major exerceu as funções por sete anos, cedendo o lugar para um membro do Partido Trabalhista, de esquerda, Tony Blair, que, curiosamente, mantém a política liberal de Margaret Thatcher inalterada em seus princípios básicos (Femenick, 1998).
Ao assumir seu segundo mandado, em 1983, a dama de ferro disse em seu discurso perante o parlamento britânico: “Um dos grandes debates de nosso tempo é saber quanto do seu dinheiro deve ser gasto pelo governo e quanto dele você deve usar nos gastos com sua família. Nunca nos esqueçamos dessa verdade fundamental: o Estado [o governo] não tem outra fonte de receita que não o dinheiro ganho pelo próprio cidadão. Se o Estado deseja gastar mais, só pode fazê-lo se tomar emprestado de sua poupança ou lhe cobrar mais impostos. Não é lógico pensar que outro alguém vai pagar – esse outro alguém é você. Não existe essa coisa de dinheiro público; existe apenas o dinheiro do contribuinte. A prosperidade não virá com programas de despesas públicas mais gordas. [...] Nenhuma nação prosperou ao taxar seus cidadãos além da capacidade de pagamento deles. Temos o dever de nos certificar de que cada centavo obtido com tributos seja gasto sabidamente e bem” (Veja, 2015).
No Brasil dos últimos anos, a lógica tem sido outra. Enquanto os tributos beiram a 40% da toda a renda nacional, o governo gasta como se tivesse fonte própria de recursos e como se esses recursos fossem ilimitados. Nesse quesito, os governos federal, estaduais e municipais (com poucas exceções) são estroinas, levianos, irresponsáveis e desajuizados – criam cargos, dão fartos aumentos para certas castas de funcionários públicos e se esquecem de segmentos fundamentais como os professores, por exemplos. O perigo dessas despesas é que elas permanecem pelos anos futuros. Por outro lado, lançam programas e obras públicas em atacado e a granel.
Mas a conta chegou. O governo federal está atrasando o pagamento das verbas orçamentárias para estados e municípios. O resultado é perverso para o cidadão: as obras estão paradas no meio do caminho e a educação, a saúde, a segurança pública e outros serviços estão em níveis cada vez piores. Quem sai perdendo é o cidadão, o pagador de impostos.
Mas grave ainda é o reflexo dessa improbidade na iniciativa privada. Custos cada vez mais altos, mercado cada vez menor e desemprego cada vez maior. Sim, o desemprego é um grande problema para os empresários. Eles têm que mandar embora quadros técnicos que custaram muito dinheiro para serem formados, além de que quanto menor for o número de empregados, menor será a produção, menor será o volume das vendas, menor será o lucro.
Para fugir do desemprego e dos salários contingenciados, criou-se no país um cenário que bem representa a falta de confiança na economia; todos querem receber algo do governo. Os mais pobres querem recebem a bolsa família, os jovens da classe média sonham em passar em algum concurso e assumir um emprego público e os empresários querem ser premiados com um financiamento do BNDES com juros magrinhos e a perder de vista.
Para completar o quadro deveras dantesco, o ministro da Fazenda, o Sr. Joaquim Levy, defende o aumento dos impostos, como meio do governo sair da crise que ele mesmo, o governo, criou.

Tribuna do Norte. Natal, 24 maio 2015.

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Festa do Boi terá apoio federal.

O Ministério da Agricultura vai ser um dos patrocinadores da 53ª Exposição Animais e Máquinas Agrícolas do RN, a Festa do Boi 2015, agendada para o período de 10 a 17 de outubro, em Parnamirim. A ministra Kátia Abreu prometeu o apoio em reunião realizada nesta quinta-feira (21) com o senador Garibaldi Filho, o deputado federal Walter Alves e a diretoria da Associação Norte-rio-grandense de Criadores (Anorc).

Outro assunto tratado durante a audiência, realizada na sede do Ministério, foi a liberação do pagamento de emenda parlamentar do então deputado Henrique Alves, já empenhada, para ampliação e adequação de abatedouro e dois tratores para o município de Tangará. O prefeito de Upanema, Luiz Jairo, também pediu apoio para o abatedouro da cidade. A ministra Kátia Abreu comprometeu-se a atender os dois pleitos. [por assessoria de imprensa]

Posse de reitor e vice da UFRN

(Sirleide Pereira- Ascom-reitoria/UFRN)

De acordo com o Cerimonial do Gabinete da reitoria da UFRN, os atos de posse e de recondução ao cargo do reitor eleito da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), assim como a posse do vice para a gestão 2015-2019, estão assim agendados:

26/05/2015
Solenidade de posse do novo reitor da UFRN
Horário e local: às 11h, no Auditório do MEC, em Brasília.

28/05/2015
Solenidade de recondução da Professora Angela Maria Paiva Cruz ao cargo de reitor e posse do Professor José Daniel Diniz Melo no cargo de vice-reitor da UFRN
Horário e local: às 19h, no Auditório Lavoisier Maia, no Centro de Convenções, em Natal.

03/06/2015
Posse da equipe do reitorado 2015-2019
Horário e local: às 15h, no Auditório da reitoria, no campus central da UFRN, em Natal.

4
Daniel Diniz_20Mai15_
Foto:Cicero Oliveira BR01.
UFRN_21Mar31_
Foto:Cícero Oliveira 01AR

1265K 
Angela Paiva_20Abr15
Foto:_Cicero Oliveira 

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Senador quer prioridade no atendimento de pacientes de doenças do coração.

“Se um problema como este não tiver prioridade, o que é que merece ser prioridade nesse país?”. A indagação foi feita pelo senador Garibaldi Alves Filho durante audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa que debateu o iminente risco de colapso no atendimento cirúrgico a pacientes de doenças cardiovasculares. Ele defendeu a realização de uma reunião técnica com a participação do Ministério da Saúde, para que possam ser antecipadas providências que resolvam os problemas que atingem, sobretudo, as crianças cardiopatas.

Janaína Souto, representante da ONG Associação de Assistência à Criança Cardiopata Pequenos Corações, apresentou alguns números de parte do problema.
“São 28 mil que nascem, dos quais 23 mil precisam de cirurgia e 80% destes não recebem tratamento. São mais de 4 mil que precisam de cateterismo por ano, e nem 800 conseguem. Enquanto o Ministério da Saúde fala em projetos e déficit histórico, nós, mães, estamos pagando com os nossos filhos que estão sendo sepultados”, declarou emocionada.

A filha de Janaína, Larissa, nasceu com uma cardiopatia congênita. Hoje com 13 anos, ela já fez três cirurgias cardíacas. Sobrevive com metade do coração. “Se ela passar mal em Brasília, não tenho para onde levar, porque os irrisórios dez leitos não suprem a demanda da sociedade”, testemunhou. A mãe falou que o Distrito Federal atende também Minas Gerais, Tocantins e o Acre. Em São Paulo também há superlotação e Pernambuco está rejeitando as crianças pacientes de Alagoas, por falta de estrutura.


Antes da intervenção de Janaína Souto, Garibaldi Filho alertou que a população tem o direito de cobrar e as autoridades têm obrigação de resolver o problema. “Precisamos fazer alguma coisa. Quem tem perguntas a fazer é o cidadão que tem o seu filho e lhe é negado o direito de conseguir para este filho uma UTI neonatal”, afirmou o senador. [por assessoria de imprensa]


--
Postado por AssessoRN - Jornalista Bosco Araújo no AssessoRN.com em 5/19/2015 06:27:00 PM