quinta-feira, 30 de abril de 2015

Trambiqueiros voltaram a aplicar golpes nos hospitais.

 Os supostos golpes em familiares de pacientes internados em hospitais públicos do RN

   

Sesap esclarece sobre golpes aplicados no Hospital Maria Alice

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) vem a público esclarecer que pessoas de má fé estão usando o nome de médicos do Hospital Maria Alice Fernandes na tentativa de aplicar golpes em familiares de pacientes internados, por meio de cobrança de dinheiro, através de ligação telefônica, para realização da cirurgia necessitada.

A Sesap afirma que este tipo de procedimento não é legal e alerta aos familiares dos pacientes internados que não realizem nenhum depósito, de qualquer valor, sob qualquer pretexto e em nome de ninguém. O Hospital Maria Alice Fernandes, assim como os demais hospitais sob gestão da Sesap, são públicos e todos os seus serviços são 100% oriundos e financiados pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

A Secretaria também orienta as pessoas que já sofreram esta tentativa de golpe, que se dirijam a uma delegacia, informando o fato ocorrido para registrarem um Boletim de Ocorrência (B.O), a fim de que possam ser tomadas as providências cabíveis pela polícia.

A direção do Hospital Maria Alice Fernandes irá à delegacia, na manhã desta quinta-feira (30), para depor sobre o ocorrido e solicitar a abertura de inquérito.


Assessoria de Comunicação - ASCOM

terça-feira, 28 de abril de 2015

UFRN vai incentivar jovens superdotados com altas habilidades

(Sirleide Pereira – Ascom-reitoria/UFRN)

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (IMD/UFRN) vai premiar os jovens superdotados com altas habilidades.  Para tanto, o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CONSEPE) criou na manhã dessa terça-feira o “Prêmio Talento Metrópole”, inicialmente restrito a estudantes do Instituto Metrópole Digital, tem chances de chegar às demais unidades acadêmicas, segundo a presidente do Conselho e reitora da UFRN, Ângela Maria Paiva Cruz.

“Registra-se, aqui, um grande avanço nas ações de inclusão da UFRN. A proposta apresentada pelo IMD destaca a UFRN entre as instituições públicas de ensino superior do país, no esforço para descobrir talentos e ajudá-los a se inserir no mundo escolar, no contexto científico, tecnológico, artístico e cultural do Rio Grande do Norte e do país. É uma forma, também, de lhes proporcionar qualidade de vida”, declarou a reitora.

Presente à seção do CONSEPE, o diretor do IMD, José Ivonildo do Rêgo, externou que são poucas as políticas públicas voltadas para as altas habilidades dos jovens. No programa piloto do IMD, explicou Ivonildo Rêgo, “eles vão ser assistidos por tutores e profissionais especializados e, assim, terem oportunidades de se tornarem pró-ativos”.

Funcionamento

O Programa Prêmio Talento Metrópole começa no meio desse ano, contemplando jovens da graduação e pós-graduação.  Denominados, também, de “cursos de inverno”, as atividades vão durar duas semanas e funcionarão a partir de componentes didático-pedagógicos explícitos nos currículos dos cursos.

foto - 2014 - Angela Paiva (2).jpg
CONSEPE_28Abr15_Cicero 

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Hospital Universitário tem saite para a comunidade acadêmica.


Prezados,

Convidamos todos a visitarem o novo site do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL) na internet. Nele, a mídia, comunidade acadêmica e interessados encontrarão informações relevantes sobre eventos, cursos, serviços, legislação, graduação e pós-graduação, além de documentos relevantes para o desenvolvimento de projetos de ensino, pesquisa e extensão no âmbito do Hospital Universitário Onofre Lopes. Estamos trabalhando na atualização do site para torná-lo uma ferramenta de informação e integração de toda a comunidade acadêmica científica que utiliza o HUOL como campo de ensino, pesquisa e extensão.
Acessem um dos links e bom passeio.

Irami Araújo Filho
(84) 9987-0206 / 8876-0206 / 3342-5027
 
 

sábado, 18 de abril de 2015

Trilhas Potiguares de 2015 vai a oito municípios do RN

(Sirleide Pereira – Ascom-reitoria/UFRN)

Oito municípios do Rio Grande do Norte vão receber o Programa Trilhas Potiguares durante as férias do meio de ano de 2015: Ielmo Marinho, Jardim de Piranhas, Martins, Poço Branco, Riachuelo, Senador Eloi de Souza, Sítio Novo e Vera Cruz. A assinatura do convênio entre as prefeituras e a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) foi no final da manhã desta sexta-feira, 17, no prédio da reitoria. Ao declarar que a passagem dos trilheiros da universidade marcou "positivamente" Martins, em 2014, a prefeita Olga Chaves Fernandes de Queiroz Figueiredo sugeriu uma parceria da UFRN com a Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte, para conquistar mais adesões ao Programa Trilhas Potiguares.

Veterano em coordenar estudantes que participam dessa atividade de extensão, o Professor Marcos Vale, do CERES Currais Novos, resumiu a experiência “gratificante” de Viçosa, em 2014, destacando a visibilidade que a divulgação das ações do Trilhas, nas redes sociais, deu ao município.

Ao se dirigirem aos gestores municipais e coordenadores do Programa, a reitora Angela Maria Paiva Cruz e a vice, Maria de Fátima Freire de Melo Ximenes, reconheceram a função social do Trilhas Potiguares, sobretudo por partilhar com as populações mais distantes o conhecimento que a UFRN produz. Independente da crise financeira que afeta o país e da redução de recursos para as universidades públicas, Ângela Paiva aconselhou a todos “para arregaçaram as mangas e fazerem o melhor possível”. “Nós gestores, agentes públicos, prefeitos, coordenadores, técnicos, devemos transformar o Trilhas Potiguares em uma presença qualificada nas cidades, em 2015”.

Por sua vez, a vice-reitora relembrou que essa atividade extensionista se associa, também, à pesquisa. “É freqüente alunos e professores participantes descobrirem assuntos para pesquisa, em áreas como educação ambiental, qualidade de vida, ou situações de saúde pública, paralelo às atividades do Trilhas”.

Estréia

A estréia deste ano no Trilhas Potiguares fica por conta da cidade de Riachuelo, localizada entre as regiões Agreste e Central. Com cerca de 8 mil habitantes e a maior parte das crianças matriculadas na escola, “a expectativa do município é trocar saberes com a UFRN, visando despertar suas potencialidades econômicas e sociais”, disse Rivaldo Bevenuto de Oliveira, secretário de Educação de Riachuelo. O Programa Trilhas Potiguares tem 20 anos e já cobriu mais de 100 municípios do RN.


Trilhas Potiguares_17Abr15_
Foto de Cicero Oliveira - UFRN

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Garibaldi Alves Filho opina sobre a posse do novo Ministro do Turismo, Henrique Eduardo, hoje, no Palácio do Planalto.

Declaração do senador Garibaldi

Foto por assessoria: divulgação
"No momento em que o Brasil busca o equilíbrio de suas contas, aumentam as responsabilidades de um ministro do Turismo.

A nomeação do ministro Henrique Alves – uma pessoa experiente, qualificada e com livre trânsito no Congresso Nacional – sinaliza que o governo federal acredita que o Turismo poderá ter um importante papel na recuperação da economia brasileira.

Investir no aumento do número de estrangeiros que visita o Brasil deve ser uma das prioridades.

Mais turistas no Brasil significa mais divisas na nossa balança comercial.

Além de divulgar o Brasil no exterior, não menos importante é impulsionar o turismo interno para aquecer a economia e gerar crescimento, renda e emprego.

Vindo de um estado repleto de potencialidades turísticas como é o Rio Grande do Norte, Henrique sabe muito bem a importância do setor para a economia.

Hoje, como senador da República, estou disposto a colaborar com a sua gestão, retribuindo o apoio que recebi, quando, nos últimos quatro anos, fiquei à frente do Ministério da Previdência Social. "

Por assessoria de imprensa

Fonte:assessorn.com

Candelária está enfrentando a epidemia da dengue, mas não se sabe a quantidade de pessoas que estão adoecendo diariamente, se internando em hospitais e se já houve óbitos.Por isso, aumentou o consumo de chás de limão, alho e gengibre, duas vezes por dia, para enfrentar a dengue e as viroses. E mais: beba água à vontade, recomendam os médicos. A água com limão traz mais benefícios.

Cinco benefícios de beber água em jejum

  • Há 1 hora
Compartilhar
Thinkstock
Dois litros de água por dia é o que a maior parte dos nutricionistas e médico aconselha
A maior parte do organismo humano é formada por água, 75% dos músculos é água, por exemplo. Portanto, é importante consumir uma boa quantidade de água diariamente para manter a saúde.
Com a ingestão de água provocamos uma diurese maior, o que favorece a eliminação de toxinas e previne algumas doenças.
Os especialistas vão mais longe e insistem na importância do consumo da água em jejum. Mas por que?
Segundo o Instituto Europeu de Hidratação, a água é o solvente que permite muitas das reações químicas vitais do organismo, ajudando a manter as funções corporais.
Confira abaixo uma lista dos benefícios, segundo o instituto.
Cinco benefícios do consumo de água em jejum:
  1. Uma hidratação adequada é importante para o funcionamento correto do cérebro. Quando estamos hidratados adequadamente, as células do cérebro recebem sangue oxigenado e o cérebro permanece alerta.
  2. O consumo adequado de água é essencial para o bom funcionamento dos rins, ajudando-os a eliminar através da urina os resíduos e nutrientes desnecessários.
  3. A água melhora o trato digestivo, já que é necessária na dissolução dos nutrientes para que estes possam ser absorvidos pelo sangue e transportados para as células.
  4. A água também é uma grande aliada da pele, ajudando a manter a elasticidade e a tonicidade.
  5. A água também atua como um lubrificante para os músculos e articulações: ajuda a proteger as articulações e também o melhor funcionamento dos músculos.
Carmen García Torrent, nutricionista e licenciada em Ciência e Tecnologia dos Alimentos, afirmou que o recomendável é tomar de um a dois copos de água em jejum e, em seguida, continuar bebendo o líquido o resto do dia até chegar aos dois litros.
A nutricionista também afirmou que, depois da ingestão de água, é preciso esperar pelo menos dez minutos antes de fazer alguma refeição para que a água possa atuar sobre o corpo.

Terapia

Thinkstock
Associação Médica do Japão aconselha a 'Terapia da Água'
A prática do consumo de água com o estômago vazio é muito popular no Japão e os japoneses seguem o que se conhece como "Terapia da Água".
Apesar de não haver estudos que verifiquem isto, a Associação Médica do Japão afirma que este tratamento é eficaz para várias doenças, entre elas, problemas cardíacos.
E, abaixo, veja como é esta terapia.
  • Ao acordar, beba quatro copos de água, antes até de escovar os dentes.
  • Não se pode beber mais nada até 45 minutos depois de beber a água.
  • Passado este tempo, a pessoa pode comer e beber normalmente.
  • Até duas horas depois do café da manhã também não se pode comer nem beber nada.
  • A água deve estar na temperatura ambiente ou morna, preferivelmente. E não deve conter flúor ou outros químicos.

Efeitos negativos

Thinkstock
Carmen García Torrent afirma que a água em jejum tem mais benefícios se ingerida com limão
A sede é um reflexo da desidratação e, por isso, é aconselhado não esperar sentir sede para beber água.
Mas, segundo a nutricionista Carmen García Torrent, ingerir água em excesso também é prejudicial.
"Beber mais de três litros de água pode ter efeitos negativos para saúde."
"Ao urinar, a pessoa não elimina apenas água, também perde sais minerais. Se beber muita água, faz os rins trabalharem mais sem necessidade", disse.
De qualquer forma, Carmen afirmou que é muito raro que as pessoas cheguem a beber três litros de água por dia, a não ser nos casos em que a pessoa faça muito exercício e o clima esteja muito quente.
Fonte: BBC de Londres -16.04.2015.

Seminário-oficina de Educação Ambiental.

 Educação Ambiental

(Sirleide Pereira – Ascom-reitoria/UFRN)

Estão abertas as inscrições para o I Congresso Brasileiro e IV Workshop de Educação Ambiental Interdisciplinar da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), a ser realizado de 15 a 17 de outubro no campus da mesma universidade em Petrolina, Pernambuco.

Os interessados têm até o até o dia 1º de junho para enviar propostas de trabalho para minicursos, oficinas, mesas redondas, palestras, exposições, lançamento de livros e visitas técnicas.
Para mais informações, orientações e/ou submeter propostas de trabalho acesse o sistema de inscrição do evento:
http://weai.escolaverde.org/. Para conhecer o Projeto Escola Verde acesse: www.escolaverde.univasf.edu.br. Outras informações contatar o Professor Roberto Cesar Ferreira da Silva, no seguinte endereço: roberto.cesar@univasf.edu.br.

terça-feira, 14 de abril de 2015

Henrique assumirá Ministério do Turismo.

O ex-deputado federal  e ex-presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB) será o novo Ministro do Turismo. O seu nome será confirmado amanhã, 15, pelo Palácio do Planalto, segundo O Estado de S. Paulo.

Atenção caicoenses de Candelária: Zé Almino", empresário de táxis,foi fogueteiro em Caicó!

09/abr/2012
ás 12:25
Publicado por Robson Pires na categoria

Lançamento de foguete em Caicó. Uma história espetacular…

AstronautaEm Caicó, jovens cientistas e estudantes ficaram de bobeira com a espetacular viagem à Lua e resolveram também construir um foguete: inauguraram, assim, o Programa Espacial Caicoense, sob o comando de Zé Almino, o Astronauta, com a participação de Carlos de Zé Cassiano e Zenóbio de Chico Pedro (in memorian).
A preocupação com o meio-ambiente já era latente naqueles jovens destemidos e visionários empreendedores, porque os foguetes eram construídos com latas de óleo de comida, revestidos de taquari, instalados sobre uma base de lançamentos feita de restos de madeira de construção civil. Tudo ecologicamente correto.
Toda essa megaestrutura subia com uma mistura de pólvora e nitrato de alumínio, queimados com um pavio de 15 centímetros, que era deste tamanho pra dar tempo de correr do local de lançamento ao cara que acendia o pavio.
A experiência – meio tosca, é verdade – possibilitou a construção de cinco foguetes, dos quais quatro tiveram lançamentos bem sucedidos e um que falhou, justamente o que reuniu mais de 80% de população de Caicó dentro do Rio Seridó e sobre a ponte Soldado Francisco Dias.
Antes do grande dia, os cientistas caicoenses fizeram três lançamentos bem sucedidos na Base Aeroespacial do Rio Seridó, quando os foguetes subiram e sumiram no céu azul e sem nuvens de Caicó. Fazia pouco mais de um ano da chegada do homem à Lua.
Com o sucesso da fase experimental, Zé Almino, Carlos de Zé Cassiano e Zenóbio de Chico Pedro resolveram fazer um lançamento para o grande público: a esta altura, os boatos corriam na cidade, dando conta dos foguetes fabricados em Caicó.
A curiosidade da população sobre os lançamentos de foguetes dominava todas as rodas de conversas nas mesas do Bar de Ferreirinha, nas feiras livres, lojas, escolas e nas esquinas da cidade: só se falava naquilo.
Na grande data, em meados de agosto de 1970, o país com o peito estufado pela conquista do Tri-Campeonato da Seleção Brasileira, arma-se o circo para o primeiro lançamento público: a Polícia Militar e o Exército foram mobilizados pra conter a ansiedade do povo com o quarto lançamento do Programa Espacial Caicoense.
Era tanta gente sobre a ponte, que a estrutura ameaçava cair a qualquer momento.
Presentes ao grande evento autoridades como o vice-prefeito Vicente Macedo, o comandante do Batalhão Major Caminha, o delegado Dr. Marcílio, vereadores, o gerente do Banco do Brasil, os guardas fiscais e a plebe rude.
Padre Antenor e o seu fiel escudeiro, Ciriáco, subiram na torre do sino da Igreja de Sant’Ana, o melhor e mais seguro lugar de Caicó para visualizar o grande lançamento, e não permitiram a entrada de mais ninguém naquele espaço privilegiado.
Os dois cinemas da cidade, o São Francisco e o Rio Branco, suspenderam as sessões por absoluta falta de público, as escolas cancelaram as aulas, as repartições públicas decretaram ponto facultativo, o comércio e a indústria liberaram os funcionários para que todos vissem aquela fantástica experiência.
Contagem regressiva: 5…., 4…., 3…, 2…. 1…
Zé Almino tocou fogo no pavio, que queimou lentamente…
A tensão aumentava entre as mais de 20 mil pessoas que presenciavam aquele momento histórico, todo mundo de mãos postas, suando…
De repente, um estrondo…
“Óoohhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh”, gritaram todos, em uníssono…
O foguete sobe 1 metro e 80 centímetros, o suficiente para dar um giro de 180 graus sobre si mesmo, e se estatela no leito do rio.
Não houve vítimas, exceto o orgulho ferido daqueles extraordinários cientistas malucos.
Foi a maior vaia que Caicó ouviu.
O último lançamento do Programa Espacial Caicoense ocorreu no dia 7 de setembro de 1970, nas dependências do 1o Batalhão de Engenharia de Construção: incentivados pelo major Caminha (“falhas ocorrem até na NASA”, disse ele aos jovens cientistas caicoenses), Zé Almino, Carlos e Zenóbio colocaram o último foguete em órbita, sem falhas e tendo apenas os militares como testemunhas.
Por Brito JR.
Foto de 1970: Delegado Marcílio, Zé Almino, o foguete (claro!), Zenóbio (de Chico Pedro), Dr. Vicente Macedo e Carlos de Zé Cassiano. No dia do histórico lançamento do foguete que não subiu.

18 Comentários

  1. Anderson Martins disse:
    Eita, seu menino! Só você mesmo meu caro blogueiro e jornalista Robson Pires que, com muito esmero e denodo publica essas maravilhas.Parabéns!!
    Conheço muita gente da foto,inclusive Dr. Vicente foi meu dentista quando morávamos na cidade. Hoje estou no Rio de Janeiro, mas pretendo passar o carnaval por ai ano que vem, se Deus assim permitir.
    É Caicó já na era espacial naquela época!! E viva Caicó!!!
    Um grande abraço.
  2. birro disse:
    meu nobre blogueiro, vc bem que poderia abrir um espaço nesse blog pelo menos uma vez p/ semana p/ postar aguns contos e causos q/ se assucederam em nossa cidade, valeu xerife…………
  3. Emanoel Carlos disse:
    Excelente historia, inclusive estudei na epoca
  4. A AUTORIDADE disse:
    Pois é, quem diria a pacata cidade de Caicó naquela época cheia de cientistas…
    Só faltou o professor Deodato para fechar com chave de ouro!hehehe
    Uma história real e verdadeiramente espetacular!!
    Parabéns pela matéria e pelo colaborador, por isso você é o número 1, ou seja, tem o blog mais visitado do RN.
    Abs e VIVA CAICÓ!!!
  5. Roberto Fontes disse:
    Robson,
    Essa história foi contada no blogue Bar de Ferreirinha, dia 19 de julho de 2009.
    O link é: http://bardeferreirinha.blogspot.com/2009/07/caico-e-corrida-para-conquista-do.html
    Abraço,
    Roberto Fontes
  6. ASTRONAUTA DE MÁRMORE disse:
    Sugiro fabricar outro foguete, bem maior, onde possam acomodar algumas personalidades, beldades, socialaites, autoridades, pseudo-intelectuais, cobras e lagartos desse lugar.
    Mas acho que nem a NASA fabricaria um foguete tão grande…
  7. parabens robson e os cientistas... disse:
    nunca ouvi falar nisso, mas adorei a historia…caico e uma cidade de sorte…ja pensou nos anos 70,uma coisa dessa magnetude…se pros tempos de hoje é conplicado imagina aquele epoca….
  8. Paty-Natal disse:
    Uma verdadeira Odisséia ao Espaço, era isso o que pretendia os cientistas e estudiosos supracitados na excelente matéria.
    Valeu mesmo, pois é sempre bom recordar os velhos tempos…
    Abraço fraternal
  9. José Alberto Brito disse:
    Meu caro Xerife,
    Muitos são os detalhes daquela inusitada prosopopéia espacial a qual também testemunhei. O trio de cientistas e pretensos austronautas, igualmente como os que estiveram na lua, levaram o experimento muito a sério. Na imaginação sem limite daqueles meninos que estavam todos na faixa dos seus 12 ou 13 anos, tinham sonhos, viviam e tentavam realizá-los. Tinham muito em comum, até mesmo o fato de morarem na rua da Rádio Rural de Caicó, que por algum tempo quiseram chamar de a rua dos cientistas. Vivi e convivi com o trio cientista e garanto que se tivessem tido o apoio financeiro, a história seria outra. Acidentes acontecem. Foi assim com um ônibus espacial americano, na base espacial de Alcântara e também nas inesquecíveis areias do rio seridó. Por essas e outras é que não me canso de dizer:
    Há uma Pátria na nossa Pátria, é a terra que nos viu nascer!
    Um abraço saudoso aos conterrâneos.
    José Alberto Brito(Bideco)
    Brasília-DF
  10. Wester disse:
    Meus Amigos,
    Blogueiro Robson Pires,
    Não é por me gabar, mas com o conteúdo desta mensagem fica comprovado que Caicó saiu na frente de muito “paísinho” metido a besta por aí. Este é um documento inédito e que coloca o Brasil, desde 1970, na corrida espacial.
    Um grande abraço deste Caicoense que se ufana de sua gloriosa terra.
    Ramos-São José dos Campos-SP
  11. Filomena disse:
    Esse povo de Caicó tem muita capacidade pra gerar besteirol……pô!!!!!!
  12. pelas caridades!!!!! disse:
    Amigo xerife,vou te dá uma ideia,porque vc num escreve um livro,só com os comentarios dos leitores do seu blog?.Acredito que todos seus leitores concordam.Existem muitas coisas interesantes:tem leitores que escrevem certo tudos nos trinkis;outros escrevem um deus nos acuda com tantos erros,neste item eu estou incluido….porem não deixa de ser uma boa pedida!.Vai ser um sucesso!msm eu garanto ki compro UM.
  13. Rômulo Targino disse:
    Caro xerife, em todas as materias de seu blog essa posso afirmar esta merece o prêmio nobel de jornalismo, parabéns pois retrata fatos de um Caicó feliz, onde se buscava o humor e a ciencia juntos.
  14. pelas caridades!!!!! disse:
    Vamos todos se juntar,os cientisas de caicó e de todo seridó,e juntos construir uma grande nave(fogete),para colocar os politicos copa do mundo que só veem de 4 em 4 anos,e tambem os da terra que só prometem e babam muito o governo do rn…(obs)vamos construir uma que suba e não volte nunca mais!!!.
  15. Elizabeth disse:
    Realmente uma das melhores matérias do vosso conceituado e acessado blog. Caicó tem potencial pra muitas áreas.
    Comentários de norte a sul do país, inclusive do Bideco um dos manda-chuvas dos correios do Brasil que reside em Brasília.
    Parabéns Robson!!
  16. Henrique Araújo disse:
    O que faz ser ainda mais engraçada essa estória é simplesmente ser verdadeira!!!
    Só em Caicó mesmo!!!devia fazer parte de uma série inclusive dramatizada…hahahahahaha
  17. Arlinda disse:
    KKKK! POR ISSO QUE VOCÊ É SEMPRE BEM INFORMADO, XERIFE!!HEHEHE
    BJUS
  18. ALUMÃO NT disse:
    Robson,
    Eu soube que tem um engenheiro ai de Caicó que participa ativamente dos lançamentos aqui na Barreira do Inferno, será que ele tá nesse meio??