segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Secretários de Governo terão dois meses para apresentar plano de metas
 
Em entrevista coletiva nesta segunda-feira para anunciar segunda etapa de nomes da sua equipe de Governo, Robinson Faria destacou que dará um prazo de dois meses para os secretários apresentarem um plano de metas de cada pasta.
 
“Ou seja, um planejamento para cada setor. Eu só confio no governo que tem planejamento e cada um terá o desafio de apresentar metas inovadoras, de modernização e, sobretudo, para melhorar a nossa economia, a eficiência no serviço público e transformar o nosso Estado num Estado moderno como Pernambuco e Ceará e colocar o Rio Grande do Norte no patamar que o povo espera”, explicou.
 
Robinson ressaltou ainda seu compromisso de campanha de montar um secretariado com perfil técnico, o que está sendo cumprido. Essa equipe, disse ele, terá a missão de planejar o Rio Grande do Norte para além de sua gestão. Ele ressaltou que desde os anos 70 não se projetam ações visando o futuro.
 
O governador que tomará posse dia 1º de janeiro ressaltou ainda que seu Governo não terá ilhas dentro da administração, com secretarias funcionando como feudos, de portas fechadas e sem comunicação com as demais pastas.
 
Seguem os nomes anunciados:
 
Administração Direta:
 
Secretaria de Administração e Recursos Humanos - Gustavo Maurício Filgueiras Nogueira
Administrador, Psicólogo com doutorado em conflito, negociação e decisão. Professor universitário. Experiência na administração pública na Secretaria de Finanças do Município de Campina Grande, Secretaria de Estado do Planejamento e Gestão e de Administração do Estado da Paraíba.
 
Secretaria de Esporte – George Câmara
Vereador de Natal, advogado e industriário. Funcionário da Petrobras. Publicou o livro “Da Janela da Metrópole e a publicação “Gestão Metropolitana de Natal”. Integrante de conselhos de transportes, Região Metropolitana, saneamento, Cidades e proteção ambiental.
 
Secretaria da Juventude –  Maria Divaneide Basílio
Possui graduação em Ciências Sociais - Bacharelado em Antropologia e Política pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte e é Mestre e Doutoranda em Ciências Sociais pela UFRN. Foi Chefe de Gabinete da Secretaria Nacional de Juventude do Governo Federal. Exerceu ainda a função de Consultora Nacional do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura, no tema juventude e territórios.
 
Secretaria de Assuntos Fundiários e Apoio à Reforma Agrária - Raimundo da Costa Sobrinho
Atualmente é Delegado Federal do Ministério do Desenvolvimento Agrário no Estado do Rio Grande do Norte. Foi Coordenador da Assessoria Técnica da FETARN (Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Rio Grande do Norte). Exerceu os Cargos de Diretor Nacional do Programa de Crédito Fundiário na Secretaria de Reordenamento Agrário – SRA/MDA e também foi Secretário Nacional Adjunto da SRA/MDA, em Brasília-DF.
 
Secretaria das Mulheres - Maria Teresa Freire da Costa
Servidora Pública Estadual. Graduada em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte/UFRN (1985), com especialização em Saúde Pública (1992), Educação Sexual (2000), Intervenção Familiar Sistêmica (2004) e em Gestão de Hospitais Públicos (2008) e Mestre em Saúde Coletiva pela UFRN (2013). Coordenadora técnica da Organização Feminista Bandeira Lilás e do Ponto de Cultura “Mulheres Arteiras”.
 
Secretário Adjunto de Desenvolvimento Econômico respondendo interinamente - Orlando Gadelha Simas Neto
 
Administração Indireta:
 
Comandante Geral da Polícia Militar – Coronel Ângelo Mário de Azevedo Dantas
33 anos da Polícia Militar, especialista em segurança pública e cidadania. Foi corregedor da PM, comandante do 1º Batalhão e sub-comandante do 3º Batalhão. Fundador do Museu da Polícia Militar.
 
Delegacia Geral da Polícia Civil – Estênio Pimentel
Delegado da Polícia Civil desde 1997. Stenio Pimentel é bacharel e pós-graduado em Direito Constitucional, Direito Administrativo e Gestão Pública. Foi Corregedor Auxiliar da Corregedoria Auxiliar de Correições e de Controle de Inquéritos e Procedimentos Policiais. Esteve a frente de várias delegacias, como a DP de São José de Mipibu, DP de Goaininha, DP de Macaíba, 1ª. DP de Parnamirim, 3º. Distrito Policial da capital, 13ª. DP e DEFUR RN.
 
Comandante Geral do Corpo de Bombeiros -  Coronel BM Otto Ricardo Saraiva de Souza
Bacharel em Direito e Pós Graduado em Políticas Públicas. Vinte e sete anos de serviços prestados ao CBM/RN.
Principais Funções Exercidas: Comandante da Seção Contra-Incêndio do Aeroporto Internacional Augusto Severo, Chefe de Gabinete do Comando Geral, Assessor Militar do Tribunal de Justiça e Secretário Executivo do Fundo Estadual de Segurança Pública (FUNSEP/SESED). Desde agosto de 2010 é o Subcomandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar do RN.
 
Procon – Cyrus Benavides
Advogado, consultor jurídico com pós graduando em Ciências Penais e concluinte da especialização da Fundação Escola Superior do Ministério Público do RN. Professor substituto da UFRN. Experiência como Procurador Geral do Município de Nova Cruz e atuou em Juizados Especiais.
 
 
IDEMA -Instituto de Desenvolvimento e Meio Ambiente - Rondinelle Silva Oliveira
Graduado em engenharia agronômica (agronomia), biologia e matemática. Graduando em engenharia civil. Possui especialização em geoprocessamento e cartografia e mestrado em produção e tecnologia de alimentos. É doutorando em engenharia ambiental.
 
Emater - Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural - Cesar Oliveira
É agrônomo formado pela Universidade Federal Rural do Semiárido - UFERSA, especialista em Cooperativismo pela Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE, pós-graduado em Formulação e Análise de Políticas Agrícola e Agrária (Instituto de Economia da Unicamp). Atualmente faz mestrado em Ciências Sociais (UFRN), onde realiza estudos sobre a agricultura familiar do Rio Grande do Norte. Foi Superintendente do INCRA, no Rio Grande do Norte, entre os anos de 2003 e 2005, Diretor Nacional do INCRA (2005-2011) e Assessor Especial do Ministério do Desenvolvimento Agrário (2011-2013).
 
Departamento Estadual de Imprensa – Paulo Araújo
Formado em Comunicação Social pela UFRN há 15 anos. Trabalhou por oito anos nas revistas Veja na Sala de Aula e Nova Escola, da Editora Abril, em São Paulo, na revista Época, da Editora Globo, foi consultor do 1o jornal de Economia e Finanças de Angola, diretor de jornalismo da TV Ponta Negra e SimTV e editor da revista da Assembleia Legislativa do RN. Cursa Gestão de Políticas Públicas na UFRN. Secretário de Comunicação do RN.
 
Fundação José Augusto - Rodrigo César Souza de Macedo (Rodrigo Bico)
Ator e Produtor Cultural é formado em Artes Cênicas (UFRN) e tem atuação na Rede de Pontos de Cultura e no movimento teatral, experiências como gestor do Grupo de Teatro Facetas, Mutretas e Outras Histórias e do espaço cultural TECESol. Recebeu o Prêmio Tuxáua Cultura Viva do Ministério da Cultura, em face da articulação entre os Pontos de Cultura do RN (2009).
 
Ipem (Instituto de Pesos e Medidas) – Ney Lopes Júnior
Advogado, ex-vereador de Natal. Foi coordenador do Procon Estadual. 
 
Datanorte – Rildo Tarquineo de Albuquerque
Formado em Ciências Sociais. Professor da Academia Nacional de Polícia. Agente especial da Polícia Federal, especialista em negociação de crise e segurança aeroportuária.
 
No dia 23 de dezembro o governador eleito anunciou os primeiros nomes para compor a equipe do Executivo a partir do dia 1º de Janeiro de 2015.
 
Outros nomes da administração (Já divulgados anteriormente):

 
Gabinete Civil – Tatiana Mendes Cunha
Advogada, Procuradora da Assembleia Legislativa do RN, Conselheira suplente do CARF, exerceu o cargo de Consultor Geral do Estado do RN (de 2003 a abril de 2010), professora universitária da UFRN e participou da equipe de transição.
 
Procuradoria Geral do Estado do RN (PGE) – Francisco Wilkie
Advogado, Procurador do Estado do RN desde 1997, ex-professor da UFRN, presidente da Associação dos Procuradores e doutorando em Direito Constitucional.
 
Consultor Geral do Estado – Eduardo Nobre
Subprocurador da República aposentado, professor de Direito, especialista em Direito do Trabalho. Juiz de Direito. Foi corregedor geral do Ministério Público Federal. Autor de livros na área jurídica.
 
Secretaria Estadual de Tributação – André Horta Melo
Auditor Fiscal do Rio Grande do Norte, presidente do Conselho de Recursos Fiscais do RN. Formado em Administração, Bacharel em Direito e Filosofia. Mestrando em Filosofia Política.
 
Secretaria Estadual de Planejamento e das Finanças – Eurípedes Balsanufo de Sousa Melo
Engenheiro Civil, Jornalista, MBA em turismo. Consultor do IICA (Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura) e consultor da Fundação Getúlio Vargas. Com cursos na área de Orçamento Público e Execução Orçamentária, Planejamento Estratégico e situacional. 
 
Secretaria Estadual de Agricultura, da Pecuária e da Pesca – Haroldo Abuana Osório
Geólogo, servidor do IDEMA e integrante da Diretoria da Associação Norteriograndense de Criadores ANORC – desde 2004.
 
Secretaria Estadual de Saúde – José Ricardo Lagreca
Médico, professor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Exerce a direção geral do Hospital Universitário Onofre Lopes.
 
Secretaria Estadual de Comunicação – Georgia Nery
Jornalista, assessora de imprensa de empresas privadas e públicas, ocupou o cargo de Assessora na Assembleia Legislativa e diretora da TV Assembleia.
 
Secretaria Extraordinária de Articulação Política– Hudson Pereira de Brito
Administrador, ex-prefeito por três mandatos, ocupou o cargo de assessor de gabinete do deputado federal Fábio Faria em Brasília, ex-secretário executivo do Gabinete Civil e ex-presidente da COAHB.
 
Secretaria Estadual de Turismo – Ruy Pereira Gaspar
Engenheiro civil pela PUC-RJ, empresário do setor hoteleiro e eleito presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH).
 
Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social – Kalina Leite Gonçalves
Advogada, delegada civil, ocupou os cargos de secretária-adjunta de Segurança, Corregedora da Polícia Civil, interventora da Fundação Estadual da Criança e do Adolescente (Fundac) e participou da equipe de transição.
 
Secretaria Estadual de Trabalho e Assistência Social – Julianne Dantas Faria
Bacharel em Direito, graduada em tecnologia da Informação e integrante da equipe de transição.
 
Secretaria Estadual de Educação – Francisco das Chagas Fernandes
Formado em Letras pela UFRN, ex-secretário de Educação Básica do Ministério da Educação e secretário executivo-adjunto do Ministério da Educação.
 
Secretaria Estadual de Infraestrutura – Jáder Torres
Engenheiro Civil, ex-diretor do Departamento Estadual de Estradas e Rodagens e ex-secretário adjunto da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos.
 
Secretaria Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos – José Mairton França
Graduado em Ciências Econômicas, possui mestrado em economia, doutorado em Engenharia de Produção. Professor da UERN e secretário de Desenvolvimento Econômico e Trabalho de Mossoró.
 
Administração Indireta
Presidência da Caern – Marcelo Saldanha Toscano
Engenheiro civil, ocupou o cargo de assessor especial de empreendimentos da presidência da Caern, foi diretor do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do RN (Idema) e Secretário Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (SEMURB).
 
Centrais de Abastecimento do Rio Grande do Norte S/A (CEASA) – Theodorico Bezerra
Engenheiro e suplente da senadora Fátima Bezerra.
 
Instituto Técnico-Científico de Polícia – Odair de Souza Glória Júnior
Perito Criminal Federal, Mestre em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas, Instrutor da Academia Nacional de Polícia. Atua na área de laboratório, balística forense, local do crime, documentos, veículos e bombas.
 
Instituto de Previdência dos Servidores Estaduais (Ipern) - José Marlúcio
Atual presidente do Instituto de Previdência dos Servidores Estaduais.
 
Departamento Estadual de Trânsito – José Marcos Freire
Administrador e empresário.
 
Diretor Presidente da Potigás – Carlos Alberto Santos
Administrador, empresário. Com experiência na área de combustíveis e derivados do petróleo.
 
Junta Comercial do RN – Sâmya Aby Faraj
Advogada, pós-graduada em gestão pública.


--
Postado por AssessoRN - Jornalista Bosco Araújo no AssessoRN.com em 12/29/2014 02:29:00 P

domingo, 28 de dezembro de 2014

27/12/2014 11h58 - Atualizado em 27/12/2014 12h31

Campanha 'Declare seu Amor por Natal' é prorrogada

Vídeos com mensagens podem ser enviados até o dia 31 de dezembro.
Capital potiguar completou 415 anos no último dia 25 de dezembro.

Do G1 RN
Campanha tem como objetivo homenagear a capital potiguar (Foto: Reprodução/Internet)Campanha tem como objetivo homenagear a capital potiguar (Foto: Reprodução/Internet)
A campanha 'Declare seu amor por Natal' teve o prazo para envio de vídeos prorrogado até a próxima quarta-feira (31). A iniciativa é da Prefeitura de Natal em parceria com a Inter TV Cabugi e incentiva a população a declarar o amor que tem por Natal.

"A ideia é homenagear a cidade com declarações de amor de pessoas comuns. Nós queremos mostrar tudo o que faz dessa cidade um lugar maravilhoso para se viver e um destino perfeito para se visitar. É a nossa maneira de valorizar a cidade, seus espaços urbanos e sua cultura", disse Henrique Abreu, diretor de marketing da Inter TV Cabugi.

Os vídeos devem ter, no máximo, um minuto de duração. Depois de postar o vídeo no site da campanha (http://www.amorpornatal.com.br) o participante pode compartilhar o material nas redes socias para conseguir curtidas.

Os cincos vídeos que tiverem o maior número de curtidas irão se transformar em comerciais de televisão e serão veiculados na Inter TV Cabugi. "A escolha é popular", explicou Henrique Abreu.

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Governadora se despede de Caicó após concluir os serviços de conservação do campo de pouso.


Pista do Aeródromo Rui Mariz, em Caicó  

Nesta sexta-feira (26), pela manhã, Rosalba Ciarlini fez sua última visita ao Seridó, no  cargo de governadora do RN. Em Caicó ela entregou as obras de reforma do aeródromo da cidade, em seguida foi aos estúdios da Rádio Rural AM para conceder entrevista, onde disse de sua decepção com o senador e líder de seu partido DEM, Agripino Maia, por ter boicotado sua reeleição nas eleições deste ano, e afirmou que já tem convites para ingresso em outra legenda.

Logo após, a governadora e assessores tomaram voou no jatinho para Currais Novos, onde ela participou de assinatura da ordem de serviço da construção da Adutora do Seridó.

Sem rojão e passeata  

O que se observou, em Caicó, foi a falta de interesse do público com a presença da governadora, talvez por sequer ser anunciado na rua o evento no aeródromo, que foi realizado, praticamente, sem público, apenas a entrevista em rede de emissoras repercutiu com o desabafo da governadora em relação aos últimos acontecimentos com sua já revelada saída do seu partido.

De um observador da cena política local, o blog escutou: “Aqui em Caicó, quando se chegava um governador, além de passeata de carro, o foguetório era grande nos céus da cidade”.

©2014 www.AssessoRN.com | Jornalista Bosco Araújo
   

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Uso intenso de smartphones provoca alteração no cérebro

  • Há 4 horas
Compartilhar
A utilização intensa de certos tipos de telefones celulares está provocando uma alteração no cérebro de usuários pela adaptação à nova atividade motora. A conclusão faz parte de um estudo feito pelo Instituto de Neuroinformática da Universidade de Zurique, que analisou as reações de um grupo de 37 voluntários.
Segundo os pesquisadores, os cérebros dos usuários dos chamados smartphones estão sendo alterados pela operação repetida das telas de toque.
Para medir a atividade cerebral do grupo, os cientistas utilizaram a técnica conhecida como eletroencefalografia ou EEG na sigla em inglês. Eles perceberam diferenças marcantes entre os usuários de smartphones e aqueles que utilizavam celulares "convencionais".
Analisando os resultados do EEG, os cientistas concluíram que os usuários de smartphones demonstravam maior destreza no uso dos dedos.
Dos 37 voluntários, 26 eram usuários de smartphones com telas de toque e 11 se mantinham fieis aos modelos mais antiquados de celulares.

EEG

O EEG monitora e registra a atividade elétrica do cérebro.
O teste de EEG monitorou os impulsos elétricos trocados entre o cérebro e as mãos dos indivíduos através dos nervos.
A atividade foi monitorada por diversos eletrodos colocados no couro cabeludo de cada voluntário, capazes de captar esta troca de mensagens na forma sensorial.
A partir dessas informações, os pesquisadores puderam criar um "mapa" que indica a porção do tecido cerebral dedicada à operação de uma determinada parte do corpo.
Os resultados revelaram diferenças distintas entre os usuários de smartphones com telas de toque e os que usam telefones celulares convencionais.
Os usuários de smartphones apresentaram maior atividade cerebral em resposta aos toques dados na tela dos aparelhos pelos dedos médio, polegar e indicador.
E, aparentemente, isto está ligado à frequência com que se usa o smartphone - quanto mais frequente é o uso, maior é a resposta registrada pelo EEG.
Segundo os cientistas, o resultado - publicado na revista científica Current Biology - faz sentido, uma vez que o cérebro é maleável e, portanto, pode ser moldado pela utilização prática repetidamente.
Eles citam como exemplo os violinistas, que têm a área do cérebro dedicada ao controle dos dedos usados para tocar o instrumento maior do que a mesma área do cérebro de alguém que não toca violino.
Os pesquisadores acreditam que o mesmo está acontecendo com os usuários de smartphone - eles estariam tendo seus cérebros "esculpidos" pelo uso repetido pelos toques nas telas dos aparelhos.
Arko Ghosh, que liderou o grupo de pesquisadores da Universidade de Zurique, disse que ficou surpreso pela "escala das mudanças introduzidas (no cérebro) pelo uso de smartphones".
Ele acrescentou que o estudo reforça a ideia de que a onipresença dos smartphones está tendo um grande efeito na nossa vida cotidiana.
25.12.2014

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Tablets e smartphones à noite prejudicam o sono, indica pesquisa

bbc.co.uk
  • 23 dezembro 2014
Compartilhar
Homem lê em tablet
Aqueles que liam em dispositivos eletrônicos antes de dormir ficavam mais cansados de manhã
Ler livros digitais antes de dormir pode prejudicar o sono e ter efeitos negativos sobre a saúde, segundo uma pesquisa realizada pela Escola de Medicina de Harvard, nos Estados Unidos.
Um grupo de pesquisadores da universidade comparou o efeito da leitura de livros de papel e de leitores digitais (e-readers) antes de drormir.
Eles verificaram que as pessoas que haviam lido livros digitais levavam mais tempo para adormecer e tinham um sono de pior qualidade.
Como consequência, se sentiam mais cansados ao acordarem na manhã seguinte.
Segundo os pesquisadores, a explicação estaria na luz emitida pelos e-readers, que podem interferir com o relógio biológico.
Nosso corpo se guia pela luz para diferenciar o dia e a noite e determinar seu ritmo.
Mas a luz azul, faixa de onda comum em smartphones, tablets e luzes LED (presentes em alguns tipos de TV, por exemplo), é capaz de interferir com o relógio biológico.
A exposição à luz azul à noite pode desacelerar ou impedir a produção de melatonina, hormônio que regula o sono.

Obesidade, diabetes e câncer

Pesquisa comparou efeitos de leitura de livros em papel com leitura em dispositivos eletrônicos
A pesquisa de Harvard deixou 12 pessoas dentro de um laboratório por duas semanas.
Eles passavam cinco dias lendo livros em papel e outros cinco dias lendo em um iPad.
Exames de sangue periódicos mostraram que a podução de melatonina era reduzida quando as pessoas liam no tablet.
Essas pessoas também demoravam mais para adormecer, tinham menos sono profundo e se sentiam mais cansadas na manhã seguinte.
"A luz emitida pela maioria dos e-readers brilha diretamente nos olhos do leitor, enquanto em um livro em papel ou no Kindle original, o leitor somente está exposto à luz refletida das páginas do livro", disse à BBC o coordenador da pesquisa, Charles Czeisler.
Segundo ele, o prejuízo ao sono também afeta a saúde. "A deficiência de sono já foi relacionada ao aumento do risco de doenças cardiovasculares, doenças metabólicas como a obesidade e diabetes e ao câncer", diz Czeisler.
"Por isso, a supressão da melatonina verificada nos participantes do estudo nos preocupa", afirma.

Preocupação com adolescentes

Para a pesquisadora Victoria Revell, que estuda o impacto da luz sobre o corpo na Universidade de Surrey, no Reino Unido, deveria-se recomendar que se reduza o uso de dispositivos que emitem luz à noite, "particularmente entre os adolescentes, que costumam usar seus telefones e tablets até tarde".
Os adolescentes têm naturalmente um relógio biológico noturno, que faz com que eles sejam lentos em acordar pela manhã e fiquem acordados até mais tarde à noite.
Czeisler diz que há "preocupação especial" com os adolescentes que já têm deficiência do sono e ainda são forçados a acordar cedo para ir à escola.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Feliz Natal para todos!

Feliz Coca-Cola para todos!
(*) Rinaldo Barros
Sempre achei muito estranho que o aniversariante (Jesus) não seja o centro de todas as homenagens nos festejos do Natal. Fui pesquisar, e compartilho com vocês o que encontrei. Peço um pouco de paciência e atenção.
Até quinhentos anos após a morte de Cristo, a contagem dos anos era feita a partir do ano da fundação de Roma. A “era cristã” é contada - erradamente - a partir do ano 754. A esta altura, encontro uma grande surpresa: não se sabe o dia em que Jesus nasceu, mas certamente não ocorreu em 25 de Dezembro.
Em pleno inverno daquela fria região; sobretudo de noite, a temperatura é muito baixa, seria improvável que pastores estivessem nos campos depois das chuvas de Outubro.
Há muitos indícios que Cristo deve ter nascido no ano de 749, ainda na “era romana”, portanto, pelo menos quatro ou cinco anos antes da data festejada. Logo, estamos no ano 2018 ou 2019.
O mais provável é que Jesus Cristo tenha nascido quando César Augusto decretou o primeiro recenseamento (Ver Lucas 2, 1-2), e segundo os elementos históricos existentes, tal fato teria ocorrido cerca do ano quatro a.C.; aí pelo mês de Setembro do ano 749 da fundação de Roma. Até porque Herodes teria nascido em 677 e morrido no ano 750.
O local do nascimento também é questionável: teria sido em Nazaré, e não em Belém.
Celebrações durante o inverno já eram comuns muito antes do Natal ser celebrado no dia 25 de Dezembro. Antes do nascimento de Jesus (cuja data é desconhecida), a história do Natal tem início com os europeus, que já celebravam a chegada da luz e dos dias mais longos ao fim do inverno. Tratava-se de uma comemoração pagã do “Retorno do Sol”, retorno do “Deus Sol”.
Será que a decoração da Prefeitura de nossa capital homenageia o “Deus Sol”? Ou não?
Na verdade, no início da história do Natal, esta era uma festividade sem data fixa celebrada em dias diversos em cada parte do mundo. Os povos eram mais próximos da Mãe Natureza, e menos consumistas.
Somente no Século IV d.C, o então Papa Julius I (falecido em 352 d.C), fundador do arquivo da Santa Sé, mudou a história do Natal decretando o dia 25 de Dezembro como data fixa para a celebração.
A Igreja adotou a data de 25 de Dezembro como o dia do nascimento de Jesus Cristo porque o dia do Natal se sobreporia, assim, às celebrações do Solstício de Inverno e à festa do deus Mitra, “Deus da Luz” ou “Deus Sol”, que os antigos festejavam justamente nesse período.
Ou seja, a data que comemoramos atualmente é somente uma convenção. Invenção de um Papa.
Tem outra dificuldade histórica: no ano de 1582, com o advento do Calendário Gregoriano, a data da celebração do Natal foi adiantada em 11 dias para compensar esta mudança no calendário.
O papa Gregório XIII publicou a bula Inter Gravíssimas em 24 de Fevereiro de 1582, determinando que o dia seguinte a 4 de Outubro de 1582 (quinta-feira) passasse a ter a data de 15 de Outubro de 1582 (sexta-feira).
Sem registro histórico preciso, ficou o mito e a palavra: “amar o próximo como a si mesmo”. Atualmente, as tradições do Natal diferem de acordo com os costumes de cada povo, de cada etnia.
Em nossa cultura, uma das figuras mais cultuadas atualmente é o Papai Noel, ficando Jesus em plano secundário. Um estranho caso no qual o aniversariante não é o personagem principal.
Estudiosos afirmam que a figura do Papai Noel foi inspirada num bispo chamado Nicolau, que nasceu na Turquia em 280 d.C. O bispo, homem de bom coração, ajudava as pessoas pobres nos finais de ano, deixando saquinhos com moedas nas chaminés das casas.
A associação da imagem de São Nicolau ao Natal aconteceu na Alemanha e espalhou-se pelo mundo em pouco tempo. Nos Estados Unidos, ganhou o nome de Santa Claus, no Brasil de Papai Noel e em Portugal de Pai Natal.
Até o início do século XX, o Papai Noel era representado por um gnomo ou monge, magro, com uma pesada roupa de inverno, na cor marrom. Até aí ainda se referia a uma figura religiosa.
Todavia, em 1931, o publicitário Haddon Sundblom (1899 a 1976) criou novas imagens do Papai Noel (Pai Natal), gorducho bonachão, em roupas vermelho e branco, para propaganda da Coca-Cola.
E é esta imagem (Papai Noel), ligada a um dos maiores símbolos do consumo, que a maioria dos brasileiros cultua - enganando as crianças - no período do nascimento do fundador do Cristianismo.
Daí, essa febre consumista que nos contamina a todos nesta época do ano.
Os templos do consumo estão cheios porque lucrar é preciso; ser uma pessoa melhor não é preciso.
Vale a pena parar um pouco para refletir sobre o que estamos fazendo, e por quê.
Em verdade, a humanidade encontra-se numa encruzilhada do labirinto, entre a Ganância (o deus mercado) e a (falta de) Solidariedade.  Entre o vendilhão Papai Noel e o salvador Jesus Cristo.
Sem querer provocar, pergunto: por que não homenagear o aniversariante, Jesus?
Ou devo substituir a palavra do Cristo: “amar o lucro como a si mesmo”?
Feliz Coca-Cola para todos!
(Este texto, publicado em 2010, permanece atualizado)

(*) Rinaldo Barros é professor – rb@opiniaopolitica.com