sábado, 30 de novembro de 2013

Lei proíbe itens coletivos nas listas de material escolar
 
Entre materiais que não podem ser pedidos por escolas estão giz branco, cartolinas, algodão, copos descartáveis e papel higiênico
 
Foto com pesquisa no Google/Divulgação  
A partir de agora, as instituições de ensino estão proibidas de pedir aos pais, nas listas de matérias escolares, produtos de uso coletivo como itens de escritório, de limpeza e materiais usados pela área administrativa. O Projeto de Lei 126/2011 foi sancionado nesta quarta-feira (27) pela presidenta Dilma Rousseff com o objetivo de evitar abusos nas listas de material escolares e já está em vigor. [Portal Brasil > Saiba mais]


--
Postado por AssessoRN - Jornalista Bosco Araújo no AssessoRN.com em 11/30/2013 09:51:00 AM

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Segurança da Copa em Natal.

Governadora e ministro chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência discutem segurança para Copa do Mundo


A governadora Rosalba Ciarlini recebeu no final da manhã desta quarta-feira (27) o ministro chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, o general de Exército José Elito Carvalho Siqueira. O encontro teve como objetivo apresentar os mecanismos de segurança que serão adotados em todo país durante a realização da Copa do Mundo de 2014.
Para o Ministro, a Copa das Confederações foi um teste para o Mundial de Futebol. “Estaremos por pelo menos 30 dias empenhados em evitar problemas e, para isso, precisaremos de mais recursos humanos e de integração entre os órgãos que fazem a segurança do país”, afirmou.
Rosalba Ciarlini falou das ações que já estão sendo desenvolvidas no Estado e destacou a importância do trabalho conjunto de todas as entidades envolvidas com a Copa. ”No Rio Grande do Norte estamos em um processo para integrar forças pela segurança, e na Copa não será diferente. O Estado dará todo o apoio possível para o evento transcorrer sem falhas”, disse.
Participaram da reunião o Oficial de Inteligência Wilson Roberto Trezza, Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN); Oficial de Inteligência David Bernardes de Assis, diretor do Departamento de Contrainteligência da ABIN; Gen Div (RR1) Rubem Peixoto Alexandre, da Secretaria de Acompanhamento de Estudos Institucionais (SAEI/GSIPR); Cel. Pinto Sampaio, ajudante de ordens do Gen. José Elito; Sgt Fábio Backes; Daiene Bittencourt, da Secretaria de Acompanhamento de Estudos Institucionais (SAEI/GSIPR); Oficial de Inteligência Carlos Alexandre Correa Leite, analista da SERN/ABIN/GSIPR; além dos secretários de segurança, Aldair da Rocha; da Secopa, Demétrio Torres; e da Comunicação, Paulo Araújo.
Na tarde desta quarta-feira (27), acontece uma reunião promovida pelo Sistema Brasileiro de Inteligência (Sisbin) e pela Oficial de Inteligência Isa Machado Brandão Oliveira, Superintendente da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) no Rio Grande do Norte. O encontro é o primeiro de uma série que deve acontecer até a Copa do Mundo 2014, e reunirá cerca de 30 instituições do Estado dedicadas ao trabalho de Inteligência.

(Fonte: Assecom RN)

Nilton Santos, craque de 1958, morreu na noite de hoje, 27.

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Morre Nilton Santos, lateral esquerdo da Seleção de 1958

O botafoguense Nilton Santos, de 88 anos, Campeão do Mundo pela Seleção Brasileira de 1958, morreu, há pouco, numa Clínica de Botafogo-RJ - informa o blog Ancelmo.com, no site de O GLOBO.
Nilton Santos também jogo as copas de 1950 e 1954.
No ano 200, a FIFA o escolheu como o melhor lateral esquerdo de todos os tempos.

Smart Fit: o grande concorrente das academias de Candelária.

 Com uma tabela cheia de frescuras, tipo mensalidades de 49,90, adesão de 149,90 e anuidade de 99,90,o que dá um total de R$ 300,00 (trezentos reais), a Smart Fit chegou para botar prá trás as velhas academias de musculação de Candelária. È o que se diz e se pensa, mas é bem mais cara do que as outras, pois exige uma fidelidade por 12 meses, sujeita a multa de 20% caso desista antes do prazo.
Mas Smart Fit é ampla, moderna e bem equipada com aparelhos digitais. Fica dentro do Carrefour/Candelária. Vá lá e confira. 
Posted by Picasa

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Decoração natalina para o Candelária.

O secretário Raniére Barbosa, titular da Semsur, aproveitando as providências para ornamentar a capital para o período natalino, bem que poderia tornar o canteiro central da rua Bento Gonçalves, centro de Candelária, com decoração e iluminação apropriadas para o NATAL.Como? A Prefeitura deve consultar os seus arquitetos e/ou decoradores para idealizarem  e executarem uma bonita decoração, sem a necessidade de altos dispêndios.
Na rua Bento Gonçalves, apesar da inexistência de pesquisa de contagem de tráfego, é a segunda artéria mais trafegada de Candelária.

sábado, 23 de novembro de 2013

Paróquia de Candelária: programação.

Horários Paroquiais

Atendimento Individual (Pe. Júlio César):
Terça a sexta-feira: 15h às 16h e 18h às 19h

MISSAS
Matriz:
   Terça a sexta: 17h
   Quinta: 08h, 17h
   Sábado: 19h30
   Domingo: 07h, 17h e 19h30
 
   Missa em honra a Nossa Senhora da Candelária - Dia 02 de cada mês às 12h
   Missa das crianças:  No 1º domingo de cada mês, às 17h

Capela Mãe Peregrina:
   Terça, quarta e sexta: 06h
   Sábado: 19h
   Domingo: 16h


Comunidade Menino Jesus: 16hs30min do 1º sábado do mês
Comunidade Rainha da Paz: 16hs30min do 2º sábado do mês
Setor Santana:  16h30 do 3º sábado do mês
Setor Nossa Senhora de Guadalupe:  16h30 do 4º sábado do mês

Horário de funcionamento das Secretarias
Secretaria Pastoral
Responsável: Iolanda
Terça a sexta: 15h às 21h
Sábado: 14h às 21h
Domingo: 15h às 21h

Secretaria Paroquial
Responsável: Fátima Galvão
Terça e quinta: 8h às 11h e das 15h às 18h30mi
Sexta: 15h às 18h30
Sábado: 08h às 11h e das 15h às 19h

Sacristia
Responsável: Sônia
Terça a sexta: 16h às 20h
Sábado: 17h às 21h
Domingo: 07h30 às 10h e das 16h às 21h

Uma reflexão para todos nós.

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Fonte: blog daubern.

"O INVEJOSO – DOENTE OU MALEDICENTE? " - JOSÉ ADALBERTO TARGINO.

JOSÉ ADALBERTO TARGINO DE ARAÚJO

O INVEJOSO – DOENTE OU MALEDICENTE? 
 Adalberto Targino (*) 

 A inveja, semanticamente, é o sentimento de desgosto, pesar ou tristeza pelo bem dos outros. É a cobiça ou desejo violento de possuir o bem, a alegria ou felicidade alheia, mesmo que o invejoso os possua igualmente. A sua mente, insensível e pervertida, deturpa tudo e destila o veneno do ressentimento, mágoa e dor profunda... Numa sociedade competitiva como a nossa, sobretudo exibicionista, patrimonialista, individualista e até cruel, o invejoso encontra campo fértil ao desenvolvimento de sua alma amargurada e insatisfeita. De fato, no dizer de Rousseau “o homem nasce bom, mas a sociedade o corrompe”, isto é, industrializa o doente social. Aliás, especialistas afirmam que todo invejoso é portador de desvio ou distúrbio de personalidade, capaz de caluniar o ser invejado e atribuir-lhe vícios infinitos. Pode trair o melhor amigo e obscurecer-lhe virtudes; destruir reputação de outrem e até mesmo praticar bem urdidos crimes de calúnia, injúria, difamação,denunciação caluniosa, fraude, roubo ou homicídio. Não precisa de motivo para sentir inveja, porque este sentimento mesquinho é um monstro que a si mesmo se gera e de si mesmo nasce. A Bíblia ( Êxodo, 20,17), admoesta “não cobiçarás cousa alguma que pertença ao teu próximo” e no Salmo 36 “não invejes o que prospera em suas empresas” com “ o teu olhar mau e desprezível” (Eclesiástico). O invejoso, procura destruir o que não pode possuir, desmentir o que não compreende e insultar, detestar e combater aos que se elevam ou simplesmente vivem em paz e de bem com a vida. Exemplos emblemáticos de invejosos perversos, periculosos, cruéis, nefastos e perniciosos foram Caim que matou o seu irmão Abel ( o primeiro homicídio do planeta) ; Brutus que apunhalou o seu próprio pai adotivo Júlio César; Judas que entregou Jesus aos seus carrascos; Nero que com inveja do brilho intelectual do seu professor Sêneca o condenou a morte; o rei Saul que tentou matar por várias vezes o seu genro e benfeitor Davi; os irmãos de José do Egito que o venderam como escravo; O senador romano Catilina que tentou assassinar o Cônsul Marco Túlio Cícero; o grego Cylon, da Cidade de Croto, que incendiou o Instituto Pitagórico e expulsou Pitágoras da sua Cidade; e até no Reino Celestial, afirma-se, que Lúcifer foi expulso, porque, tentou destronar Geová, motivado pela cobiça. Heródoto, em sua monumental obra História III, 425 anos antes de Cristo, afirmou “a inveja nasceu no homem desde o princípio”. O invejoso é oscilante e pendular. Tem crises de grandeza e de inferioridade, de egolatria e de autopiedade, de sadismo e masoquismo. Sua marca registrada é não elogiar ninguém, exceto a si próprio ou a quem ele possa usar como escada aos seus propósitos diabólicos. É, em síntese, um renitente e contumaz pecador contra o segundo maior mandamento da Lei de Deus: “ama teu próximo como a ti mesmo”. Essa pobre criatura, odeia a felicidade do próximo e, via de conseqüência, renega a sua própria, corroída pela mesquinharia e competitividade imaginária. Vasculha, com interesse mórbido, a vida alheia, buscando detalhes mínimos da vida profissional e familiar da pessoa visada, a fim de maldizer o seu sucesso e divulgar as suas possíveis fraquezas e desacertos. Aos que ficam felizes com o sucesso dos outros ou os que sofrem a perseguição dos invejosos, resta um consolo nas palavras sábias de Alcalá Zamora: “os ataques da inveja são os únicos em que o agressor preferiria, se pudesse, fazer o papel de vítima”. Assim, aleluia as pessoas normais e piedade a essas reles e doentes criaturas injetadas pela toxina autodestruidora da inveja e do complexo de inferioridade. * O autor é Advogado Criminalista, ex-Professor de Ética e membro da Academia Brasileira de Ciências Morais e Políticas.

(*) Procurador Corregedor Geral do Estado, escritor e imortal das Letras.

Faleceu padre Xavier, o que tinha na casa da rua Trajano Murta, na frente do sapateiro João.

sábado, 23 de novembro de 2013

Arquidiocese comunica o falecimento do Monsenhor Xavier; sepultamento será em Santo Antônio do Salto da Onça

Foto: Divulgação
A Arquidiocese de Natal comunica o falecimento do Monsenhor Manoel Antônio Xavier, vigário paroquial de Nossa Senhora da Conceição, de Santo Antônio (RN), ocorrido na noite de ontem, 22 de novembro, na Casa de Saúde São Lucas, em Natal-RN, onde se encontrava há dias, na UTI.
 
Neste sábado, o corpo do Monsenhor Xavier passa pelas cidades de Serrinha, Lagoa de Pedras, Brejinho e Passagem. Por volta das 18 horas de hoje, dia 23, o corpo será conduzido até à Matriz de Nossa Senhora da Conceição, de Santo Antônio, onde será velado até amanhã. Às 9 horas deste domingo, 24, haverá missa de corpo na Matriz de Santo Antônio, presidida pelo Arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha e concelebrada por vários outros padres da Arquidiocese.
 
O sepultamente será logo após a missa, em mausoléu na Matriz de Nossa Senhora da Conceição, de Santo Antônio.
 
O Monsenhor Xavier nasceu no dia 25 de julho de 1934, na cidade de Caiçara-PB. Foi ordenado Padre no dia 14 de julho de 1963. Em julho deste ano, ele completou 79 anos de vida e 50 de ordenação sacerdotal. Por quase 50 anos exerceu o Ministério como pároco de Nossa Senhora da Conceição, de Santo Antônio. Atualmente, era vigário paroquial, tendo sido substituído na paróquia pelo Pe. José Adelson Rodrigues da Silva.
 
Assessoria de Comunicação da Arquidiocese
pascom@arquidiocesedenatal.org.br]

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Moradores criticam CONACAN.

 
 
 Moradores da rua Ana Angelina de Macedo, defronte à praça da rua Bento Gonçalves, estão criticado a administração do Conselho de Moradores de Candelária, através de faixas colocadas diante de suas residências. As legendas acusam o Conacan de provocar desvalorização dos imóveis particulares (falta de limpeza ?) e falta de iluminação externa no centro comercial do Conselho. Realmente, o Centro Comercial, propriedade do CONACAN, tem quase 40 anos de existência sem que fossem renovadas a fiação do prédio. Enquanto isso, galhos estão caindo de algumas àrvores que, se atingirem as pessoas que por ali trafegam ou se sentam nos bancos da pracinha, poderão ter suas cabeças "lascadas".Na manhã de hoje, fotografamos a galharia no chão. Com a palavra Vitor Vale, presidente do CONACAN.
Posted by Picasa
"Desvia de ti a falsidade da boca e afasta de ti a perversidade dos lábios". Provérbios 4:24

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Não julgueis os outros para que não sejais julgados...

ROTULAR (NA MAIORIA DAS VEZES) É EMPOBRECER


      Públio José – jornalista


                                           
                        Praticamente toda atividade patrocinada pelo homem sofre o fenômeno do rotulismo. Pra onde você se volta, até onde sua vista alcança, os rótulos se fazem presentes. Isso independe de questões culturais, econômicas, sociais, geográficas, existenciais, políticas, ambientais... O homem rotula, carimba, cataloga, nomeia e estamos conversados! Essa atitude o homem cultiva desde os tempos mais remotos. Narra a Bíblia, por exemplo, que no Jardim do Éden, Deus colocou todos os animais diante de Adão para este dar-lhes nomes. E Adão rotulou todos. Não deixou nenhum deles sem nome. Ao lado a atividade intelectual de denominar, sabe-se que Deus assim o fez por uma questão de delegar autoridade, já que, por Sua vontade, depois Dele, Adão seria o senhor do jardim. Fica implícito, assim, que o ato de rotular é também um ato de exercício de autoridade, de escolha, de aplicação do livre arbítrio.
                        Ou por outra: “quero, logo rotulo”. O problema é a veracidade, a autenticidade, o conteúdo do rótulo empregado. Quando se diz, por exemplo, que um político é ladrão, não se tendo a prova real, cabal que dê lastro à afirmação, está-se cometendo um ato de irresponsabilidade, de leviandade – quando não de crime de lesão à honra alheia. E não foi com este objetivo que Deus nos distinguiu com autoridade para rotular. A capacidade de agir por impulso, impensadamente, tem levado a humanidade a cometer injustiças terríveis, com a agravante de que o rótulo, além da injustiça que pode trazer em si mesmo, tem o poder de destruir, de criar famas de características e conseqüências imprevisíveis. Quem foi vítima de um rótulo injusto sabe o sofrimento que tal fato acarreta. O rótulo maldoso e infundamentado é fogo destruidor e quem dele se utiliza torna-se senhor de poder incontrolável.
                        Tome-se o exemplo (e as conseqüências) do rótulo apensado a Getúlio Vargas, pela cúpula udenista, de corruto, assassino e ladrão. Depois de morto, segundo ele próprio para salvar a honra, nada restou provado. O próprio Jesus Cristo foi rotulado de glutão e beberrão pelos seus detratores. Logo Ele! Observe-se, também, o rótulo que vigiu, durante séculos, sobre Dom João VI, de glutão, abobalhado, indeciso, medroso, entre outros epítetos, quando, vê-se hoje, ter sido ele um dos maiores estrategistas do seu tempo, e o real construtor de um país chamado Brasil – de colossal patrimônio econômico e territorial. Foi também o tão mal rotulado Dom João que causou uma fragorosa derrota ao gênio militar Napoleão Bonaparte – sem sacrifício de uma vida sequer – quando transferiu a Corte portuguesa para o Brasil. Também na política, nas artes, basta surgir uma idéia nova que o rótulo é logo providenciado.
                        Modernista, pós-modernista, expressionista, primitivista, barroco, romântico, naturalista... Na política: conservador, liberal, socialista, comunista (este meio fora de moda), esquerdista, monetarista, neoliberal, arrivista, revisionista, reducionista, revolucionário, direitista... Fora os mais agressivos como trânsfuga, corruto, mau caráter, desonesto, infiel, néscio, ignorante – até ao mais sonoro e corrosivo ladrão. Vejam o que é rótulo: ainda hoje, quando se fala em Adhemar de Barros, ex-governador paulista, sua fama de ladrão logo surge. Verdade? Mentira? Dos atuais, Paulo Maluf também é assim designado. O que se observa, na verdade, é que o rotulismo impensado é um ato perigoso para quem o pratica (quando não uma demonstração de pobreza moral e intelectual) e, na maioria das vezes, um ditame a restringir, apequenar, a dimensão da pessoa rotulada e a essência da sua obra.






Farmafórmula abrirá loja no centro de Candelária.

 Numa das áreas comerciais mais valorizadas de Candelária, serão abertas quatro lojas capitaneadas pela empresa Farmafórmula, de Julio Maia. A "farmácia" de produtos manipuladas será instalada na esquina da rua Raposo Câmara com a Bento Gonçalves (foto). Ainda não foi anunciada a data da abertura do novo centro comercial de Candelária.
Posted by Picasa

domingo, 17 de novembro de 2013

Roberto Di Sena é o novo Grão Mestre. Eleito no 2º turno, 4ª feira passada, ele obteve 38 votos de maioria.

                Mensagem aos Irmãos da GLERN

             Não importa se temos quatro semanas ou quatro décadas de vida pela frente: devemos aprender sempre, mudar e amadurecer com as circunstâncias e os acontecimentos. Há uma frase que diz assim: "A vida é uma grande universidade, mas pouco ensina a quem não sabe ser um aluno".
              Por isso, aproveite para tirar lições de tudo. Enxergue as alegrias como oportunidades que a vida te dá de ser feliz. Perceba nas tristezas a possibilidade de se tornar mais forte a cada problema enfrentado.  Saiba ouvir antes de falar. Procure se acalmar antes de tomar qualquer atitude brusca. Torne-se mais paciente e cauteloso, compreensivo e amigo. Substitua a mágoa pelo perdão, o grito pelo canto, a tapa pelo abraço. E, principalmente, troque o orgulho pela humildade.   Reconheça que é preciso aprender um pouco a cada dia. Afinal de contas, nem o mais erudito dos professores sabe tudo. E o grande desafio da vida é exatamente este: nos mostrar que o conhecimento é o caminho para o sucesso. A sabedoria é o veículo por meio do qual a gente chega lá.
                  Boa semana e fiquem com Deus.

                         Roberto Di Sena .’.

Roberto di Sena ( à esquerda) é o novo Grão Mestre da Grande Loja Maçônica do RN/GLERN.

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Físicos da UFRN promovem seminário sobre as descobertas de Galileu.

Natal vai sediar o workshop internacional “400 Years of Stellar Rotation” - Galileu Galilei em foco

Folder de parte da programação
Natal vai sediar no período de 21 a 26 próximo o workshop internacional “400 Years of Stellar Rotation”, no salão de eventos do Ocean Palace Hotel, comemorando os 400 anos do anúncio público da descoberta das manchas solares e da rotação do Sol por Galileu Galilei.
O evento é uma iniciativa do European Southern Observatory e do Instituto Internacional de Física, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, tendo em sua coordenação científica o professor José Renan de Medeiros e na coordenação do comitê organizador a Dra. Sânzia Alves.
O workshop "400 Years of Stellar Rotation" vai ser aberto às 19h, no próximo dia 21, com saudação de boas vindas de autoridades locais e em seguida os participantes vão ouvir a conferência “Galileo, o homem, o mito, o cientista”, com o professor Alberto Righini, da Universidade de Florença, Itália, especialista na obra de Galileo Galilei.
As sessões de ciência, que contarão com a participação de 150 cientistas de diferentes países (incluindo China, USA, Canadá, França, Itália, Portugal, Espanha, Inglaterra, Alemanha, Holanda, Escócia, Suíça, Bélgica, Colômbia, Israel, Índia, Polônia, Chile, Argentina e Armênia), serão desenvolvidas a partir da sexta-feira, 22, até a terça-feira, 26.
O workshop "400 Years of Stellar Rotation" será composto de palestras de revisão, sob convite, bem como por contribuições orais, por jovens doutores e estudantes, e contribuições em formato de posters, que estarão em exposição durante todo o evento. Dois painéis especiais serão dedicadas a uma reflexão e discussão coletivas sobre as grandes questões associadas à rotação e magnetismo solar e estelar, ainda em aberto. Um aspecto relevante do workshop é a presença de especialistas de todos os continentes, à exceção da Oceania, bem distribuídos nas várias subáreas da Física Solar e da Astronomia Estelar associadas diretamente à Rotação e suas propriedades corretas.
Durante o evento também serão apresentados os resultados mais impactantes sobre Física e Astronomia solar e estelar, obtidos pelas missões espaciais CoRoT, Kepler e Spitzer, e da rotação e magnetismo do Sol resultantes da missão especial SOHO e haverá uma apresentação do estado da arte da ciência que rege os efeitos do Sol sobre seu Sistema Planetário, em particular sobre nosso planeta Terra. Ênfase será dada ao estudo dos efeitos da rotação e do magnetismo solar sobre o clima da Terra e suas condições de habitabilidade.
Sobre Galileu Galilei:

Em 1613, Galileu Galilei anunciou, publicamente, através do seu trabalho "l'Istoria e dimostrazioni Intorno alle macchie solari e loro accidenti" a descoberta das manchas solares e da rotação do Sol. Depois de 400 anos, somos capazes de quantificar, graças à experimentos extremamente precisos como o SOHO, detalhes da rotação interna e superficial do Sol, bem como medir, através de fotometria de alta precisão, períodos de rotação de milhares de estrelas. Tais medidas se tornaram possíveis devido, em particular, ao advento dos satélites CoRoT, Kepler e Spitzer. Além disso, velocidades de rotação e informações sobre a atividade magnética já estão disponíveis para milhares de estrelas, graças à espectroscopia de alta resolução associada a espectrômetros montados em telescópios no solo. Tais dados estão oferecendo uma oportunidade única para estudarmos, em detalhe, o comportamento evolutivo do Sol e as relações Sol-Terra. Tais estudos tem implicações diretas na nossa compreensão sobre o mecanismo do dínamo magnético e a atividade magnética do Sol e das estrelas em geral. É claro que a rotação estelar não é apenas um ingrediente chave para se compreender adequadamente a evolução solar e estelar. Este parâmetro fundamental também pode fornecer informações importantes sobre a existência de planetas orbitando as estrelas em geral e a perspectiva de condições de habilidade em tais planetas.
Todo nosso conhecimento sobre o Sol e as estrelas, tem sua base no esforço e inteligência de Galileo Galilei, genial astrônomo, físico, matemático e filósofo, nascido em Pisa na Itália. Em 1609, Galileo tomou conhecimento da existência de uma aparato composto por lentes e um tubo, construído na Holanda. A partir de tal aparato Galileo construiu então o primeiro telescópio, também chamada de luneta galileiana.  Tal experimento, bastante simples para os nossos dias, inaugurou uma nova era para a humanidade, onde a visão de mundo construída ao longo de séculos começava a ser substituída por uma nova imagem da natureza, na qual o homem não mais ocupava o centro do universo. A natureza, segundo Galileu, era laica, objetiva, indiferente aos desejos do ser humano, distante, precisa e matemática. Por tal visão da natureza e do cosmo, Galileu foi condenado pela Igreja em 1632 e somente absolvido em 1992, mais de três séculos depois.
Quatro séculos depois das magistrais descobertas de Galileo Galilei, mais de 1000 planetas foram descobertos fora do Sistema Solar, orbitando os mais diferentes tipos de estrelas. Aprendemos que o número de estrelas no cosmo é quase infinito e também, adquirimos a capacidade de prever o comportamento e os humores da nossa estrela central, o Sol, monitorando-o a cada instante através de satélites que orbitam a Terra ou navegam dentro do Sistema Solar.
Para saber mais: Prof. José Renan de Medeiros – fone 8143-4300.
Flávio Rezende – Ass. Imprensa 9902-0092


--
Postado por AssessoRN - Jornalista Bosco Araújo no AssessoRN.com em 11/14/2013 06:43:00 PM

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Canteiro limpo.


Foto-0062Um morador de Candelária patrocinou a limpeza do canteiro central da rua Bento Gonçalves, na manhã de ontem. Foram duas horas de trabalho.Apareceu uma jovem senhora que ajudou o faxineiro, e uns “olheiros” ( queriam saber quem pagou a limpeza, se era a prefeitura, etc) de pretensos candidatos à direção do Conselho Comunitário-Conacan, inclusive de um que nunca obteve mais de 37 votos. È o serviço de informações funcionando... No próximo ano tem Copa e eleições no Conacan, salvo engano. Aí o pessoal se assanha, se movimenta e se antecipa para angariar votos. Segundo Eldinho, Netão já seria candidato (escrevi seria) à sucessão.
Victor Vale é potencial candidato à re-releição. Ele está trabalhando em silêncio, mas é forte candidato. Já se comenta que um comitê surgiu na rua Ana Angelina de Macedo, mas a maioria das faixas sumiu.

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

A caminho da burrice
(*) Rinaldo Barros
Eu desejei muito escrever, hoje, um texto para transmitir otimismo e esperança.
Lamentavelmente, os fatos não permitem concretizar o meu desejo sincero. Vejam a declaração a seguir.
“Fica a critério de cada escola ensinar, ou não, um pouco de literatura; e adotar o livro didático que bem entender”. Essa afirmação poderia ser do (ainda) atual ministro da Educação. Ou seja, pra empurrar o patropi de vez na direção da ignorância, o governo (MEC) admitiu que não tem qualquer responsabilidade quanto ao conteúdo dos livros didáticos adotados pelas escolas.
Ou seja, o PT governo está se lixando para o que estão ensinando, ou não, às nossas crianças.
Acrescento duas péssimas notícias:
1. Há cerca de cinco anos, a imprensa registrou o fechamento em Berlim do único instituto existente na Europa continental (tirante Portugal) que se destinava a difundir a cultura brasileira.
2. Desde 2010 que o departamento de espanhol e português da Universidade de Cambridge aprovou o encerramento da Licenciatura em Português.
Por sua vez, aqui no patropi, a Lei de Diretrizes e Bases (LDB) é bastante vaga sobre o ensino de literatura. Estabelece que a língua portuguesa seja considerada "como instrumento de comunicação, acesso ao conhecimento e acesso à cidadania" (art. 36, par. 1º).
Ou seja, nada impede que os textos literários desapareçam do ensino. Um baita desatino!
Como conseqüência desse descaso, o nosso idioma vem sofrendo com algumas agressões cada vez mais consolidadas. A conversa de hoje gira em torno do uso de uma expressão muito usada ultimamente, por muita gente boa, bem formada e até mesmo bem informada. Falo do famoso "a nível de".
É irritante ouvir pessoas formadoras de opinião insistindo numa forma equivocada de falar e escrever, sem qualquer justificativa plausível. Vejamos.
A expressão corriqueira "a nível de" é usada em qualquer situação, como se fora adequada.
A meu ver, não deve ser utilizada em hipótese alguma, a não ser que se posponha à preposição "a" o artigo "o", apresentando o significado de "à mesma altura".
Por exemplo: "Gosto de estar ao nível do mar"; "Ele quer colocar-se ao nível dos diretores".
Qualquer outro significado que se queira dar a ela (“a nível de”) estará errado. Considerando-se a norma culta, deve-se substituí-la por "em termos de”, “em relação a”, “em se tratando de” ou “quanto a". 
Há gramáticos que também admitem a substituição por "em nível de". Em minha modesta opinião, porém, considero inadequado esse uso também.
A mesma opinião têm os professores João Bosco Medeiros e Adilson Gobbes em seu livro "Dicionário de Erros Correntes da Língua Portuguesa", publicado pela Editora Atlas. 
Já o professor Luiz Antonio Sacconi, em seu livro "Não Erre Mais", publicado pela Atual Editora, apresenta a expressão "em nível de" certa apenas no sentido de "no mesmo nível";
Por exemplo: "A reunião será em nível de diretoria", ou seja, apenas pessoas que estiverem no mesmo nível participarão da reunião. O certo seria dizer, por exemplo, "Em relação aos nossos investimentos, conseguimos bons resultados", e não erradamente "a nível de nossos investimentos..."  
O certo seria dizer "Quanto à qualidade dos discos, julgo o de Gilberto Gil melhor que o deles", e não "A nível de qualidade..."  
Mas, existem manias ainda piores. Está igualmente insuportável a utilização exagerada da forma nominal dos verbos no gerúndio, como se fora uma forma elegante de falar, geralmente, por pessoas tidas como “atualizadas”, treinadas para comunicação ou atendimento ao público.
Arrisco afirmar que o gerúndio deve ser usado apenas para transmitir a idéia de processo, de algo em andamento, em curso no presente. Não deve ser usado para o futuro, nunca para algo que ainda vai acontecer.
Estas práticas equivocadas, além de assassinar o idioma, nos coloca na contramão do desenvolvimento sustentável, cujos desafios são outros: precisamos de ciência, tecnologia e inovação (CTI), as quais são temáticas atuais e essenciais para o aumento da competitividade, para o desenvolvimento produtivo.
 Fico por aqui, com minha teimosia inabalável, na minha luta vã contra a burrice.

                (*) Rinaldo Barros é professor- rb@opiniaopolitica.com

--
O SITE AGORA OFERECE CURSOS 24 HORAS, COM CERTIFICADO. 
ATUALIZE SEUS CONHECIMENTOS

domingo, 10 de novembro de 2013

Aniversário de César Cabral.

 Hoje, 10, foi mais um domingo  de descontração no Bar de Neco, em Candelária, em virtude do aniversário de César Cabral, comemorado com a esposa, Cida, e um grupo de amigos. Festinha animada pelas conversas dos que optaram relembrar velhos tempos e velhas ocasiões. Outros ficaram nas cervejas e uísques importados (de dentro do bar para a calçada). O aniversariante não parou de rir das 10 às 15 horas.



Houve até discurso de um orador que falou tão "baixinho" que os passarinhos voaram.

Praça danificada por carretas pesadas.

 A praça Ubaldo Bezerra de Melo, localizada entre edifícios residenciais, casas e prédios comerciais, em Candelária, está sofrendo um processo de destruição, iniciado há quase dois meses. Motivo: carretas e caminhões pesados estão fazendo manobras de retornos por cima de parte da praça. Segundo informações colhidas na àrea, o problema surgiu depois da inauguração de um hospital defronte à praça (a foto não mostra o Hospital de Olhos). Como os clientes do hospital estacionam seus carros na rua (trecho com duas esquinas, extremidades da praça), as carretas, após descarregarem na Agaé e em outros locais, não conseguem mais manobrarem à esquerda nem a direita por causa dos veículos estacionados.Os motoristas escolheram a praça para saírem, já que eles alegam que não podem dar marcha ré para pegar a marginal da BR 101 (entre a Agaé e Natal Shoping). Vários caminhões atolaram, danificando o piso e somente são retirados com a ajuda de tratores. Alguns veículos foram multados pelos fiscais da SEMOB.
Como se trata de uma praça pública, aguarda-se uma providência da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos para reparar os danos no piso da praça.
Até lá, tome poeira nos olhos dos que passam pela praça.
Posted by Picasa

sábado, 9 de novembro de 2013

Canteiro central desprotegido.

O roubo dos blocos de concreto colocados pela Prefeitura de Natal, no canteiro central da rua Bento Gonçalves, em Candelária, que davam segurança ao tráfego (reduziam a mudança de pista dos veículos que trafegam em alta velocidade e/ou com motoristas embriagados), continua misterioso.Ocorrido nas caladas da  noite do dia 1º do corrente, o roubo foi o segundo ocorrido nos últimos dois anos, haja vista que os últimos serviços de limpeza no canteiro central ocorreram na administração anterior, conforme foto abaixo. Já se sabe que um dos ladrões agiu como "bandeira" ( o "rapaz" da motocicleta) e permaneceu observando a área a partir de um local da praça do CONACAN e retirou-se para passar informações para seus comparsas. Há outra versão de que o sumiço foi dado por uma empresa que presta serviços a órgãos públicos.
Foto tirada em 2011

Farmafórmula em Candelária.

Os quatro novos pontos comerciais na rua Bento Gonçalves, no antigo "Garrafão", entre as ruas Raposo Câmara e Princesa Leopoldina, sinalizam a expansão comercial e valorização imobiliária de Candelária. Eles estarão abertos brevemente e integrarão um novo centro comercial, cujo apelido é "Shop Mall Candelária", conforme cartaz afixado no local. Segundo informações colhidas pelo blog, o novo empreendimento seria de propriedade de Júlio Maia, da Farmafórmula, com várias filiais em Natal. A loja da Raposo Câmara será destinada a venda de produtos manipulados, enquanto as três lojinhas na rua Bento Gonçalves serão alugados, segundo os comentários. Fazemos votos de sucesso da Farmafórmula no novo ponto.

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Passeio para aprender a fotografar bem.

 Aula prática de Fotografia com almoço incluso
Foto: Alex Gurgel
O pacote incluí: Entrada no Castelo no alto da Serra da Tapuia, guia de turismo, transporte e um almoço a moda sertaneja. No final do dia, o pôr-do-sol será em Santa Cruz do Inharé, tendo a Estátua de Santa Rita de Cássia formando silhueta.
Data | 24 de novembro (domingo)
Hora de Saída | 07h00
Local | Engenho de Fotos (por trás da Igreja do Galo)
Valor | R$ 100,00 até o dia 15 de novembro
           R$ 120,00 depois do dia 15 de novembro
Informações | (84) 3211-5436 / alexgurgel@supercabo.com.br
Alex Gurgel


--
Postado por AssessoRN - Jornalista Bosco Araújo no AssessoRN.com em 11/05/2013 12:09:00 AM

terça-feira, 5 de novembro de 2013

No sertão da Paraíba homem transforma pote em geladeira


Depois de refletir durante 30 dias, o pintor da cidade de São Bento-PB, José Bezerra da Silva, mais conhecido por João Pintor, que trabalha há 10 anos no ramo de refrigeração e pintura, desenvolveu um sistema de refrigeração de água, a partir de um pote.

João disse que foi chamado até de doido por muita gente e pela própria esposa, quando mencionou a idéia de transformar um pote em geladeira.

Mas ele reagiu, dizendo que doido não era e que iria continuar pensando em colocar a proposta em prática e conseguiu.

De acordo com o inventor sertanejo, os equipamentos adaptados ao pote são, basicamente, os mesmos de uma geladeira normal, a exemplo de serpentina, compressor, termostato, dentre outros.

O pote-geladeira já está em pleno funcionamento, inclusive, sendo utilizado na oficina do autor da máquina.

João disse que o instrumento deu tão certo, que já tem até encomenda pra fazer mais três, ao preço de R$ 500,00 cada um. (folha do sertão)

A data do Dia do Inventor foi idealizada pelo inventor alemão Gerhard Muthenthaler, com o objetivo de incentivar as pessoas a terem mais ideias para um mundo melhor.

Esse é um dia para relembrar os grandes inventores existente no mundo.

No Brasil, como não citar Santos Dumont, responsável por inventar o 
avião.
Fonte: blog de Braga Neto - Solânea/PB. 

domingo, 3 de novembro de 2013

Onde seria um jardim, restou um canteiro seco e abandonado. Quais os objetivos dos surrupiadores? Foi gente do bairro?

 Assim ficou o local em que estava um dos blocos de concreto de 500 quilos no canteiro central da rua Bento Gonçalves, em Candelária, roubados nas caladas da noite de 6ª feira, véspera do Dia de Finados. A foto mostra a extremidade sul do canteiro (frente do Centro Comercial do CONACAN), enquanto o 2º protetor, no lado norte, é defronte ao posto da PM, no lado direito, e do colégio Walfredo Gurgel, no lado esquerdo. Estão surgindo versões sobre o sorrateiro fato.
Posted by Picasa

Canteiro central ficou sem proteção para pedestres.

 Eis um dos protetores (blocos) de concreto do canteiro central da avenida Bento Gonçalves, defronte ao colégio Walfredo Gurgel, em Candelária, cerca de 10 dias antes de ser roubado na noite de ante-ontem. Observem que a sinalização horizontal estava fresca e o canteiro preparado para ser arborizado. Os protetores foram colocados por um órgão da Prefeitura de Natal. O primeiro bloco de concreto (foto) fica em frente ao Centro Comercial e o segundo no final do canteiro, a cerca de 60 metros de distância. È possível que haja testemunhas da ação sorrateira (sic) dos ladrões. Teria sido levados para um jardim de uma residência? 
Posted by Picasa

sábado, 2 de novembro de 2013

Na calada da noite,arrancaram os protetores dos canteiros centrais da rua Bento Gonçalves.

 Dois protetores de concreto, de cor amarelo, do canteiro central da rua Bento Gonçalves, em Candelária, que tinham sido colocados pela Prefeitura Municipal de Natal, há vários anos, foram retirados na madrugada de hoje. Parece uma operação sorrateira e de motivos desconhecidos, pois os protetores de concreto - cada um com cerca de 500 quilos, nas extremidades do canteiro de 60 metros - evitaram acidentes automobilísticos graves, em ambos os sentidos do trânsito. Eles foram colocados para atender reclamações de moradores que, após a retirada da lombada eletrônica do DETRAN, colocada na gestão de Garibaldi Filho (1º mandato), tendo em vista que os carros passaram a trafegar em alta velocidade e a ocorrência de acidentes com motocicletas e veículos 4x4 e camionetas importadas (Hylux e similares). Os protetores de concreto foram "repintados" recentemente, no mesmo período da renovação da sinalização horizontal (faixas contínuas amarelas que advertem que a ultrapassagem é proibida no trecho), a carga da Semob.
Após a colocação dos protetores, acabaram-se os capotamentos e colisões de carros. Os rapazes embriagados que provocaram a maioria dos acidentes, passaram a "pensar" duas vêzes antes de fazerem pegas e se "mostrarem" na avenida, principalmente nos períodos festivos, tipo Carnatal.
Na noite de ontem, foi observado a presença de um motoqueiro que ficou de "campana", a partir de 21 horas. Ele saía e voltava. Retornava, estacionava a moto e se sentava num banco de uma àrea escura (o posto da PM estava fechado, mas com as luzes externas acesas) e ficava olhando para a Escola Gov. Walfredo Gurgel. Um detalhe: ele não usava botas nem sapatos, mas sandálias de borracha ("japonesas"), trajava bermudas e camiseta regata. Totalmente desequipado. Daí se deduzir que ele estava se preparando para algo desconhecido. Um bandeira? O olheiro de uma gang?
È possível, pois 4ª feira passada foi frustrado um assalto a uma lanchonete, na rua Bento Gonçalves, porque um morador observou dois motoqueiros rondando a àrea e posicionados na praça e deu o alarme. Acionado a polícia, pelo 190, os assaltantes sumiram. Os rumores é que eles estão agindo com vistas o "13º" deles, o extra da bandidagem gastar em dezembro. È o que se comenta.
Hoje, paira a dúvida. Qual o objetivo da retirada dos protetores de concreto que a Prefeitura colocou no canteiro da rua Bento Gonçalves? Acabar com o canteiro? Outro detalhe: essa foto foi feita há 10 dias para ser apresentada a SEMSUR para um projeto de adoção de canteiros, uma boa idéia do secretário Ranière Barbosa, potencial candidato à sucessão de Carlos Eduardo Alves, um jovem político que está administrando a cidade com serviços e competência, sem perseguições políticas e baixarias.
Foto de Luiz Gonzaga Cortez.