sábado, 31 de março de 2012

Precatórios no TJ/RN: um "balcão de negócios".


quinta-feira, 29 de março de 2012

Leitora do blog conta história da ASAPD Associação de Apoio na Prevenção às Drogas

Leitora do blog escreve para contar a história de entidade que trabalha na prevenção e combate às drogas, na cidade de Parnamirim, a ASAPD - Associação de Apoio na Prevenção às Drogas. Confira, abaixo: 

“A história da ASAPD - Associação de Apoio na Prevenção as Drogas, em Parnamirim (RN), surgiu de um grupo de pessoas que entenderam que o único instrumento para lutar contras as drogas, seria criar uma associação com pessoas capacitadas, que participam e interagem, diariamente, em centros terapêuticos, hospitais, clínicas entre outras, e conta, também, com experiências de seu convívio.

O que contribuiu para esta visão foi a experiência de Maria Alda Silva, Yasmim Cristina Queiroz da Silva, Frankleide Cristina da Silva. Reiteramos os agradecimentos a varias instituições que colaboraram e colaboram para nosso aprendizado.

A ASAPD – Associação de Apoio na Prevenção as Drogas, localizada na cidade de Parnamirim-RN, Rua Pires de campos nº 469, bairro Santos Reis, CEP:59141140 CNPJ -13865414/0001-25, Conta Bancaria : Agencia – 2035 / Conta Corrente: 41330-5 (Banco do Brasil) é uma entidade sem fins lucrativos que vem atuando com imensa dificuldade na prevenção as drogas .

Atenciosamente”,

Maria Alda Silva

Mais ruas sinalizadas em Candelária.

A Prefeitura está sinalizando as principais ruas e avenidas de Candelária. Na manhã de hoje, as ruas Bento Gonçalves e Ataulfo Alves, estavam sinalizadas horizontalmente.A sinalização, planejada pelo serviço de engenharia de trânsito da municipalidade, continuará e dará mais segurança para os condutores de veículos que não ingerem bebidas alcoólicas. Está de parabéns a Prefeitura pelas melhorias que víamos pedindo.
Agora, falta tapar vários buracos em diversas ruas e construir um anel nas proximidades do Colégio Hipócrates Zona Sul, na rua  Marechal Sucupira.

Morreu Diassis, filho de André Batista.

O boemio Francisco de Assis Batista, 65, faleceu na manhã de hoje,no Hospital Center, após ser atendido no hospital da Marinha, por volta das 6 horas, vítima de infarto. Diassis, 67, como era conhecido, diariamente caminhava em Candelária, onde residiu durante vários anos. Gostava de cantar e declamar. Era aposentado da Marinha, onde ingressou nos anos sessenta depois de trabalhar nas rádios Trairi e Nordeste de Natal. Ao meio-dia, o corpo estava no ITEP aguardando a autópsia. Por isso, até às 14 h não se sabia o horário do sepultamento. Diassis era filho de André Batista, que reside na rua Trajano Murta, Candelária.
 Diassis cantando e batendo palmas para o seu pai, André Batista, numa das comemorações anuais do anversário do fuzileiro aposentando, hoje com 94 anos. Sábado, no Bar de Cid, Diassis cantou várias canções românticas. À esquerda, ao fundo, estão dois filhos de André Batista. à direita, Enoi, boemio e amigo da família. A foto é de novembro de 2007. Diassis era flamenguista. Sempre de calção preto e camisa vermelha. Ao seu lado, Enoi Saldanha, velho amigo de André Batista, e socorrista dos amigos com carências financeiras.

quarta-feira, 28 de março de 2012

Morreu Paulinho do Banco do Brasil.

segunda-feira, 26 de março de 2012


PAULO, simplesmente PAULINHO

Não era pessoa do meu cícrulo de amizade, apenas o conhecia do Banco do Brasil, mas sempre foi cordial comigo e me tratava pelo meu nome - Dr. Carlos Gomes.
Diariamente ficava nas cadeiras da lanchonete do Nordestão - Tirol e, quando mais apressado por ele passava, o tradicional gesto dos dois polegares erguidos.
Tomei conhecimento de sua morte por um texto de João da Mata Costa, postado pelo Sebo Vermelho.
Pouco sabia de sua história, mas o texto recebido dá uma pista de muita coisa de sua vida:

"Paulinho, Grande Paulinho...

Meu amigo de sebos e bares morreu. Ninguém sabe como. Morando sozinho não tinha ninguém para testemunhar o triste desenlace. O corpo só foi encontrado três dias depois da morte.
Um grande boêmio conhecia todos os bares. Inconveniente algumas vezes naquilo que a solidão aporrinha e dói.
Carente nos seus tantos anos de muita farra. Tomava cana e pagava bebida para todo mundo. Seu ultimo rastro ele deixou no sebo de Abimael quando no ultimo sábado esteve lá - como sempre fazia - tomando sua caninha com tangerina. A tangerina ainda estava lá, mas de Paulinho só a saudade e as muitas lembranças.
Galanteador brincava com todas as mulheres. A algumas ele propunha casamento. Dizia que daria tudo. Muito simpático e bonachão, conhecia bem a cidade que ele sorveu em largos tragos. Caia algumas vezes da cadeira.
Os donos de bar cobravam o que queria por suas doses. No antigo Bar do Nazi ele tinha a sua cota. Todos nós tentávamos regular a cachaça de Paulinho. Ele bebia todas e ficava inconveniente a partir da segunda lata de Pitu. Elogiava o peito da mulher do amigo. Dizia gostar de Lenita.
Outras vezes sacava a plenos pulmões: – eu quero o seu ...
Aposentado do Banco do Brasil ganhava bem para viver a sua solidão. De alguns lugares foi expulso. Certa vez isso aconteceu ao tomar banho nu na piscina da AABB. Outra vez mijou sobre os pratos vazios e copos de um bar.
– Porra, Paulinho disse um amigo!
E Paulinho ficava só, e sua pena não era maior porque tinha dinheiro para pagar tudo. Um dos maiores graus de loucura é quando alguém rasga ou joga dinheiro fora – dizem os entendidos. Certa vez Paulinho foi posto a teste e alguém o provocou – Quero ver você rasgar dinheiro! Pois, Paulinho rebolou dinheiro fora em plena Avenida Deodoro. Outra vez amanheceu nu numa calçada. Essa mania de bêbado ficar nu e lascivo, nunca entendi.
Enfim, Paulinho foi embora e nos deixou mais só. Alguns ficarão sem sua dose. Eu ficarei com a sua lembrança mais terna de alguém muito amigo e solitário. Inconveniente para alguns. Na ultima feira de livro na UFRN ele tomou todas e falava com cada pessoa ou aluno que transitava nos corredores. A cidade alta perde um dos seus últimos grandes boêmios.
Aquela laranja ninguém teve coragem de comer. A cerveja de hoje estava diferente, mesmo com todos os amigos. A caetana esgoelava suas garras. O cheiro de morte no ar e esse calor dos infernos de Dante."

Postado por SEBO VERMELHO às 15:27 (Domingo, 25 de março)

Para mim a imagem que ficou é um pouco diferente. Nunca o vi bêbado, mas sempre muito alegre. Parecia-me alguém que sobrevivia de crises passadas. Simpático. Sempre que passar pela lanchonete do Nordestão estarei estendendo o polegar em sua homenagem.
Conheci Paulinho através de Orlando Rodrigues, o meu amigo Caboré, colega de turma na UFRN e ex-biriteiro. Caboré mne contou vários causos de Paulinho, com quem não mantive nenhum laço de amizade, mas avistei-o inúmeras vêzes nos bares e no Natal Shopingue, em Candelária. 

terça-feira, 27 de março de 2012

Quem bebe em bares sujos, tome cuidado com o bacilo de Koch.

Campanha contra a Tuberculose; Quanto antes tratar, mais fácil de curar

cartaz:divulgação - clique para acessar material
A mensagem central da campanha é “Tuberculose: Tosse por mais de três semanas é um sinal de alerta. Quanto antes você tratar, mais fácil de curar. Procure uma unidade de saúde”. O lançamento da campanha ocorreu neste 26 de março, Dia Mundial de Luta Contra a Tuberculose. Confira aqui o material da campanha disponível para baixar e salvar arquivos.  
Índices  
No período de 10 anos, a taxa de incidência caiu 15,9% e a de mortalidade teve redução ainda maior: 23,4%.  Apesar dos avanços, doença ainda preocupa autoridades de saúde. [Confira dados por região em matéria no Portal/MS]
0 co

sexta-feira, 23 de março de 2012

Ocorrências do dia: roubo de carro e saidinha de banco.

Na manhã de hoje, no estacionamento do mercadinho de Gilvan, na rua Bento Gonçalves, um carro foi roubado. As informações são de que o veículo era de propriedade de um empregado do açougue do mercadinho.
Tarde de hoje, aproximadamente às 15 horas, na praça da Manhã Parnasiana, próximo ao bar da Tesoura (onde se fala de Deus e o Mundo), uma senhora que vinha sendo perseguida, jogou a sua bolsa na cigarreira onde Ederaldo faz o jogo do bicho. A bolsa continha 5 mil reais, segundo informações do nosso Sherlock Holmes, digo , do morador que estava perto e viu a movimentação da Polícia Militar. A mulher foi vítima da tal saidinha de banco. Ela jogou a bolsa na cigarreira, de propriedade de uma filha de Elita, mas os ladrões pararam a motocicleta, entraram e carregaram e sumiram do mapa. Dormaram Doril e ninguém viu o rumo que tomaram. Esses fatos corroboram as declarações de um delegado de Natal de que Candelária é uma das áreas mais visadas da capital. È um carro roubado por dia. Fora os casos que ninguém divulga e não tem testemunhas. Mais motivos para reivindicarmos uma rede de câmeras em todo o conjunto.Ou você vai ficar aí na poltrona, parada, assistindo televisão e esperando a sua vez chegar?
Correções: a vítima do assalto "saidinha de banco" vinha do HSBC, onde trocou um cheque de 5 mil reais. Ela, a nora de Teuca, Asterluzia de Sena Tinôco, esposa de Marcio, da água mineral. foi seguida pelos ocupantes de um carro e dois de uma moto. Ela pediu socorro, mas ninguém apareceu para socorrê-la..
Ela não jogou a bolsa na cigarreira da filha de Elita, mas em outro local.
Horas depois, assaltaram um mercadinho. Em tempo: este fato é boato do bazofeiro e esquizocachaçoopata. (Nota: hoje, 04.04.12, um funcionário do açougue de Gilvan, localizado na rua Bento Gonçalves, informou que não houve roubo de carro de colega ou de cliente no estacionamento da calçada. Tudo fofoca para não dizer boato oriundo de um boteco pé sujo ou de um cegueta. Quanto ao carro de um português, seria fato antigo realimentado por bazofeiros e/ou esquizoetílicoopata.
Roubaram o carro de um português.
Em 24 horas, houve quatro assaltos em Candelária. Fora os que não foram divulgados pela rádio boca a boca.
Retificação: só houve dois assaltos. (04.04.12).

Banho de câmeras em Candelária.

Os moradores de Candelária devem abandonar o comodismo e começar a reivindicar a adoção de medidas de segurança para as suas famílias. A implantação de uma rede de câmeras nos postes públicos de iluminação em todas as ruas e praças de Candelária deve ser a principal e mais urgente medida para reduzir os índices de criminalidade no conjunto residencial que está batendo recorde em assaltos, diurnos e noturnos.
Enquanto os políticos e supostas lideranças comunitárias da capital ficam calados e inermes, os moradores de Candelária deveriam se mexer e protestar da forma que achar mais rápida, segura e eficiente. Vamos telefonar para a prefeitura, governadoria, autoridades policiais pedindo providências urgentes.
È bom lembrar que Heráclito Noé, hoje auxiliar direto da Prefeita Micarla de Souza e que conhece os problemas de Candelária, pois já participou de reuniões no CONACAN, está com a incumbência de comandar a implantar de uma rede de câmeras eletrônicas em Natal, conforme anunciou após tomar posse na Prefeitura. Vamos cobrar. Vamos cobrar de Rogério Marinho também. Vamos cobrar de Franklin Capistrano, Dibson Nasser e todos os políticos que receberam votos em Candelária. Ficar calado não é atitude inteligente para a defesa de nossas famílias.
Façamos uma verdadeira corrente pelo retorno da tranquilidade em Candelária!
Por falta de câmeras e alarmes na Drogaria Globo, segundo informações, Candelária perdeu uma máquina eletrônica do Banco do Brasil para saques, pagamentos e transferências, desde o dia 7 de dezembro passado. A foto foi feita dias depois do arrombamento da máquina, através do prédio vizinho, onde funciona uma lavanderia. Até hoje, o banco não deu satisfação aos moradores nem sobre o montante levado pelos ladrões.
Hoje, a filial da Drogaria Globo, da Av. Prudente de Morais, em Candelária, só tem uma câmera, mas de baixa resolução. A drogaria pertence, há 2 anos, a uma organização privada com matriz no Piauí, comandada pelo empresário Jorge Batista. È uma empresa forte, conceituada e com alta liquidez, dizem. Mas a câmera é muito peba, sr. Jorge. Bote duas câmeras na frente da filial com capacidade de pegar boas imagens da calçada do outro lado da avenida Prudente de Morais, Sr. Jorge, que a sua empresa estará dando uma grande contribuição à comunidade.

quinta-feira, 22 de março de 2012

Ladrões assaltam e roubam família.

Três fontes informaram que houve um assalto numa residência da rua Raposo Câmara, Candelária, na manhã de hoje, quando a dona da casa estava varrendo a calçada. Os dois ladrões empurraram a dona da casa quando outros ocupantes estavam dormindo.  O dono da "Bolsa de Valores", apelido do Bar de Neco, foi quem a notícia em primeira no quarteirão Eu não falei com a dona da casa, mas as fontes disseram que a PM esteve no local, fizeram diligências e não acharam pistas dos ladrões. As fontes disseram que foi "logo cedo", mas eu passei na frente da casa e não vi nada estranho, mas duas mulheres conversando com as respectivas vassouras nas mãos.
Em tempo: o assalto está confirmado e ocorreu com dona Dalva, moradora da casa de nº 3533. As características dos assaltantes ainda não foram conhecidas. Este tipo de assalto ( pegar moradores desprevenidos nas calçadas, quando estão varrendo ou conversando, etc) não é o primeiro a acontecer em Candelária. Os bandidos, como são covardes, atacam as mulheres, na maioria dos casos. E assim, muitas delas perderam seus carros, pertences e valores, tais como dois notebooks, um ipad, celulares e vários eletrodomésticos.As moradoras da artéria estão amedrontadas, segundo observamos na manhã de hoje, 23.

quarta-feira, 21 de março de 2012

CONACAN dá curso de inglês de graça. Vá lá.


terça-feira, 20 de março de 2012

Conacan firma parceria com ILP e abre inscrições para curso gratuito de inglês 
Iniciativa faz parte do projeto Assembleia na Copa e voltado para a comunidade engajada no mercado de trabalho na área de turismo e afins

O Conselho comunitário de Candelária (Conacan) em parceria com o Instituto do Legislativo Potiguar (ILP/RN) deu início às inscrições para o curso de inglês, oferecido à população de forma gratuita. O processo está sendo realizado na sede do conselho, na Rua Frei Henrique de Coimbra, 3346 – Candelária, de segunda a sexta, no horário das 08h às 12h e das 14h às 18h. Ao todo, serão ofertadas 35 vagas, destinadas principalmente à comunidade engajada no mercado de trabalho na área de turismo e afins, pois a finalidade do curso é qualificar profissionais no idioma inglês para atuar no período da Copa do Mundo 2014, nos mais diversos setores.

A formação conta com carga horária de 40h e as aulas têm previsão de início no dia 02 de abril e acontecerão as segundas e quartas, das 19h às 21h na sede do Conacan. Para se inscrever, os interessados devem comprovar que atuam profissionalmente na área de turismo e áreas afins e que preferencialmente, resida na comunidade onde se localiza a instituição na qual efetuou a inscrição. Outras informações ligue: (84) 2010-2341 ou acesse: www.conacan.com.br.

Serviço:
Curso de Inglês - Assembleia na Copa
Inscrições: Conselho de Moradores de Candelária - Rua Frei Henrique de Coimbra, 3346 - Candelária
Início das aulas: 02 de abril
Informações: (84) 2010-2341 ou www.conacan.com.br
Contato para entrevista: Victor Vale - Presidente do Conacan - (84) 8734-1777/9920-6998

Assembleia na Copa

Iniciativa da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, o projeto Assembleia na Copa tem como objetivo aderir às atividades que estão sendo realizadas no Estado em virtude da realização da Copa do Mundo 2014, em Natal. Além do Conacan, outras instituições receberão o projeto, dentre elas, a Casa do Bem, Complexo Cultural de Natal, Associação dos Moradores dos Parques Residenciais de Ponta Negra e Alagamar e Instituto Legislativo Potiguar.


Representantes das empresas parceiras estiveram reunidas na segunda-feira (12), com a diretoria do ILP, ocasião em que foram debatidas as diretrizes para o processo da inscrição e da oferta dos cursos.

Luiza Gualberto
Assessoria de Imprensa
Postado por AssessoRN - Jornalista 

Fonte: assessorn.com do jornalista Bosco Araújo.

Bandidas aplicam golpes em nome de entidade católica.

Várias pessoas de Candelária foram vítimas dos bandidos teleológicos e picaretas de novas matizes. Os ladrões que não vestem casacas nem usam armas de fogo, estão agindo em Natal ou para Natal, isto é, possuem linhas telefônicas fixas daqui, mas adquiridas em outros Estados. A matéria do Novo Jornal, edição  de hoje, 21, página 12, "Fiéis Caem no Conto do Vigário", envolvendo cambadas de homens e mulheres jovens, registrando denúncias de idosos da capital do RN que acreditaram nos pedidos de auxílios para uma entidade que seria de uma associação católica paulista que editam a revista "Arautos do Evangelho" - a Sociedade Clerical Virgo Flos Carmeli. A associação existe e é de fé. Mas os picaretas e estelionatários são da pior espécie da gatunagem. Os larápios e larápias agem anonimamente, na maioria das vêzes. Utilizam jovens de baixo e médio nível educacional que não sabem forjar sotaque caipira paulista. O número do telefone usado no RN: (84) 3311.6300. Desta linha recebemos uma ligação da golpista de sotaque paulista de araque, no dia 20.
Na véspera da publicação da matéria do NOVO JORNAL, eu recebi um telefonema de uma garota se dizem membro dos "Arautos do Evangelho". Desconfiei logo porque o nome é de uma revista católica e não de uma sociedade.Ela queria falar com a minha esposa, assinante da revista. Ela atendeu uma moça que queria uma ajuda para os "Arautos", através de cartão de crédito ou transferência bancária. Minha esposa refutou e não deu os dados do seu cartão, mas sugeriu que mandasse um boleto que ajudaria. Escapou, mas de um o número do telefone de uma cunhada que, avisada, não quis conversa com a malandra.
No ano passado, publiquei uma carta no NJ, dando dos números dos telefones das meninas que aplicavam golpes da venda de modens da Claro por R$ 9,90 mensais e que tentaram me vender a arapuca teleológica. Quase caí no golpe. Os números do telefones fixos de Natal e São Luiz/MA foram divulgados na carta publicada, cuja data esqueço no momento. O que fazer contra os golpistas? Nada. O delegado de Defraudações de Natal, Gilberto F. Maciel da Silva, não confirmou que são muitos os casos dessa natureza e que só investiga os golpes acima de 18 mil e 600 reais? Isso é Brasil, meu caro. Culpa do delegado? Não, claro que não. A culpa é do nosso ordenamento jurídico.
Então, moradores de Candelária e de Natal, todo cuidado é pouco. Não atendam aos pedidos dos bandidos teleológicos porque vocês podem ficar de tangas, talqualmente os índios das florestas amazônicas. Você duvida? Então, vá na onda das meninas bandidas e seus capachos masculinos. Sim, tem um detalhe: depois que elas fecham as trapaças, aparecem ligações de rapazes parabenizando os incautos. Não caiam nessa. Mas isso é outra história. Depois eu conto mais.

Foto de um exemplar da revista "Arautos do Evangelho", da Associação Internacional de Direito Pontifício, uma entidade privada de fiéis de direito pontifício. A revista é publicada pelo Associação Arautos do Evangelho do Brasil, redação na rua Bento Arruda, 89, São Paulo - SP - CEP 02460-100. Impressão: Divisão Gráfica da Editora Abril S/A. Assinatura por internet: www.revista.arautos.org.br . Os preços das assinaturas variam de R$ 98,90 a R$ 300,00


terça-feira, 20 de março de 2012

Médico fala ao delegado e vai para casa.


Médico que matou assaltante se apresenta à polícia

Publicação: 20 de Março de 2012 às 18:57
tamanho do texto A+ A-

O médico Onofre Lopes Júnior, que matou o assaltante Julianderson Marcelo da Silva Pereira, 30 anos, na quinta-feira (15), apresentou-se na 5º DP nesta terça-feira (20). O médico, que havia apresentado atestado médico para não se apresentar ao delegado Ulisses de Souza ontem (19), prestou esclarecimentos junto com a mulher e foi liberado em seguida. Ainda não há definição sobre novos depoimentos.

Os advogados do médico conseguiram um habeas corpus preventivo também nesta terça, na 3ª Vara Criminal de Natal. O pedido que havia sido impetrado no Tribunal de Justiça sequer chegou a ser apreciado por declaração de incompetência por parte do desembargador Rafael Godeiro, que justificou a medida por haver outro pedido de habeas corpus tramitando em instância inferior. Com o deferimento do pedido na primeira instância, Onofre Lopes Júnior foi ao encontro do delegado Ulisses de Souza e prestou os esclarecimentos.

De acordo com fonte da Tribuna do Norte, a versão do médico foi de que ele e sua mulher foram abordados enquanto os dois estavam dentro do carro, em frente a uma farmácia, no bairro de Lagoa Nova. Onofre Júnior teria dito que o bandido bateu com a arma no vidro do lado do motorista, onde estava a mulher, ordenando que ela descesse do veículo. Alterado e gritando palavrões, o bandido teria puxado a mulher pelo braço e derrubado no chão. Onofre Júnior, que estava no banco do passageiro, ficou lado a lado com o criminoso. O bandido teria chamado-o de velho e encostado a arma na cintura do médico, ordenando que ele também deixasse o veículo. O médico desceu lentamente e, após fechar a porta, começou a atirar contra o bandido.

A primeira bala atravessou o vidro do carro, atingindo o criminoso, que conseguiu descer do veículo. Onofre Júnior, que disse que estava mais preocupado em defender a mulher, continuou atirando temendo que o bandido revidasse. O criminoso foi alvejado mais sete vezes, morrendo no asfalto, em frente à farmácia.

Antes de observar que o bandido realmente havia morrido, o médico, ainda de acordo com a versão que teria dado à polícia, disse que entrou na farmácia para acompanhar a mulher e observar como ela estava. A gerente da farmácia, com medo da situação, fechou a porta e alguma pessoa que o médico não soube informar chamou um táxi para levá-los do local. Onofre Júnior teria dito que queria ficar no local por ter agido em legítima defesa, mas foi convencido a deixar a farmácia porque ele e a mulher estavam demonstrando muito nervosismo.

Depois de ouvir a versão, o delegado Ulisses de Souza liberou o médico. A assessoria de imprensa da Degepol informou que não foi cogitada a hipótese de deter o médico quando ele se apresentasse porque ele tem endereço fixo e não ter antecedentes criminais.

A Polícia Civil ainda vai ouvir outras pessoas sobre o caso, mas não informou quem poderá depor nem quando novas testemunhas serão ouvidas.
Fonte:Tribuna do Norte.

Mais uma colisão na Rua Frei Henrique de Coimbra.

 Por volta das 11 horas de hoje, no cruzamento das ruas Ataulfo Alves e Frei Henrique de Coimbra, a via mais usada para se chegar à BR 101, ocorreu uma colisão de um carro de marca Chevrolet, de placa KHJ.9124-= Parnamirim/RN,  com uma camioneta Hilux, placa NNT.2102-Natal/RN, sem vítimas. Até aí, tudo bem. Não houve morte nem ferido. Só que ninguém se lembra que este é um dos pontos críticos do conjunto Candelária. È um  velho ponto crítico. A solução mais barata e segura: sinalizar o cruzamento, antes que se torne a encruzilhada da morte. Já se perdeu a conta dos acidentes no local. Assaltos? Traga a maquininha prá gente contar. De longe, você vê e diz: aqui não houve nada. Mas houve. No dia em que morrer uma criança, uma socialite, o filho de um empresário cheio de cana ou de pó, ah!, aí sim, vão tomar providências.Mas não esperemos. Vamos apelar para os engenheiros da SEMOB para sinalizar o trecho ou esperar sentado para o DETRAN fazer alguma coisa.
Nesta área, há cerca de 3 anos, houve uma tentativa de assalto e a vítima reagiu e matou o bandido. Ninguém saiu em defesa da vítima. Ele não era médico e da alta sociedade, nem casado com americana. Era um soldado da polícia. No ano passado, o pobre andava atrás de testemunhas que o defendesse. Não sei se encontrou.  Foto de Luiz Cortez.
Posted by Picasa

segunda-feira, 19 de março de 2012

Acidente na saída do campus.

Ocorreu um acidente de trânsito na saída do Campus, via túnel que dá acesso à marginal da BR.101, há poucos minutos. SAMU e viaturas da PM e PRf estão no local. Muita gente querendo saber quantos feridos e carros envolvidos, na entrada do túnel que não é bem iluminado, segundo informou uma aluna da UFRN. Maiores detalhes amanhã, na TV Cabugi, pois , se tiver motos e mortos, claro, vai ser notícia de destaque. Ou você duvida?

Médico não se apresentou ao delegado.

Tribuna do Norte.

Médico não se apresenta à delegacia

Publicação: 20 de Março de 2012 às 00:00

O médico aposentado Onofre Lopes da Silva Júnior, que desferiu disparos e matou um assaltante na semana passada, não se apresentou ao titular da 5ª Delegacia da Polícia Civil, Ulisses de Souza. Conforme declarou o próprio delegado em entrevista coletiva sexta-feira passada, o médico teria até o meio-dia de ontem para comparecer à Delegacia, entregar a arma que usou para atirar contra Julianderson Marcelo da Silva Pereira, de 30 anos, e esclarecer como tudo aconteceu. Caso o aposentado não fizesse isto, seria considerado foragido e sua prisão temporária seria decretada. Entretanto, o defensor do médico, Guilherme Carvalho, compareceu à 5ª DP e entregou um atestado médico de cinco dias em favor de Onofre Júnior, o que impediu que tais medidas fossem adotadas. Ulisses de Souza preferiu não comentar o assunto quando procurado ontem à tarde.

 "O médico dele (de Onofre Júnior) disse que não seria bom fazer esta apresentação agora", esclareceu o advogado Guilherme Carvalho. Ele ressaltou que desde o ocorrido, seu cliente está sob efeito de tranquilizantes e que tem um histórico de problemas de saúde. Dentre eles, hipertensão. A idade avançada do aposentado - 75 anos - e o trauma gerado pela tentativa de assalto e posterior morte do bandido, foram impeditivos expostos pelo advogado. "Acredito que até a próxima quarta-feira (21), ele receba autorização médica para ir à Delegacia", afirmou. 

 Questionado sobre uma suposta negativa a um pedido de habeas corpus preventivo impetrado em favor do médico aposentado na Justiça Estadual, o defensor negou. "Eu não dei entrada em nenhum pedido de habeas corpus  relacionado a este assunto na Justiça", disse. Ele disse ainda estar prestando assistência jurídica ao médico por ser um velho amigo. Caso vá à  Justiça, ele conversará com Onofre Júnior para que este procure um outro defensor especialista em causas criminais. 

Relembre o caso

 Julianderson Marcelo da Silva abordou o médico aposentado Onofre Júnior com um revólver calibre 38 no estacionamento de uma farmácia na zona Sul. Após a ameaça, o médico e sua esposa saíram do veículo e assistiram o assaltante dar marcha à ré. Informações daPM dão conta que o médico sacou a pistola tipo PT 380 e desferiu tiros. Os dois primeiros atingiram o bandido ainda dentro do veículo. Há relatos de que Julianderson tentou fugir, saindo do carro, mas foi alvejado por outros seis disparos. O assaltante morreu. O médico e sua esposa deixaram a cena do crime de taxi. 

Uma boa notícia: Presidenta mandou baixar os juros.


UOL
19/03/2012 - 08h49

Banco do Brasil e Caixa vão diminuir os juros para bom pagador.

DE BRASÍLIA
Para atender à determinação de Dilma Rousseff de reduzir o custo dos empréstimos no país, o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal se preparam para cortes mais agressivos nas taxas oferecidas a clientes com histórico de bom pagador.
Os principais focos das medidas são os juros cobrados no cheque especial e no cartão de crédito, informa reportagem de Sheila D´Amorim publicada na Folha desta segunda-feira.
A íntegra da reportagem está disponível para assinantes do jornal e do UOL (empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).
A Folha apurou que, dependendo do risco que o cliente ou a empresa oferecem, será possível cortar as taxas em até mais da metade. Em produtos específicos, os juros podem cair de 10%, 9% para 3% ao mês.
De acordo com técnicos envolvidos na discussão, isso é possível a partir de uma mudança na lógica atual do sistema de crédito, em que o medo dos bancos de levar calote faz o índice embutido no custo dos empréstimos para compensar as perdas ser cobrado indiscriminadamente. Aí, a taxa fica mais alta para todos.

domingo, 18 de março de 2012

Onofre Jr. tem que se apresentar amanhã, 19.

Tribuna do Norte- 17.03.12.

Jornalista faz análise sobre o crime da rua São José. O delegado vai ter muito trabalho para apurar os tiros disparados por dr. Onofre, o ZORRO do asfalto. Alex Medeiros, colunista do Jornal de Hoje, publicou uma notinha na sua coluna de 6ª feira sobre outro bandido eliminado por um suposto justiceiro, cujo nome não é lembrado.

Marco Carvalho - repórter

Um médico aposentado reagiu a um assalto e atirou oito vezes contra um criminoso, matando-o na hora. São as circunstâncias desse enredo ocorrido na tarde da quinta-feira passada que o delegado Ulisses de Souza, da 5ª Delegacia da Polícia Civil, tem que apurar a partir de agora como titular do inquérito já instaurado para investigar o caso. Os protagonistas são o médico aposentado Onofre Lopes da Silva Júnior, 75 anos, e o criminoso Julianderson Marcelo da Silva Pereira, 30 anos. O cenário foi a avenida São José, no bairro de Lagoa Nova. O delegado informou que o médico tem até a próxima segunda-feira para se apresentar e prestar esclarecimentos, caso contrário será pedida a sua prisão temporária.
Alberto LeandroDelegado Ulisses de Souza instaurou inquérito para apurar crimeDelegado Ulisses de Souza instaurou inquérito para apurar crime

Os advogados de Onofre sustentam a tese de que o cliente agiu em legítima defesa. O delegado é cauteloso: "O laudo do Itep na cena do crime poderá esclarecer as circunstâncias do ocorrido. Por enquanto prefiro não me pronunciar", disse, sem informar o prazo para a entrega do documento por parte do Itep. O delegado reuniu a imprensa durante a tarde de ontem na sede da 5ª DP, em Lagoa Nova. Ulisses de Souza esclareceu o transcorrer da ocorrência.

Conforme o informado, o objetivo inicial dos criminosos era assaltar uma farmácia - quando Onofre estacionava o carro para entrar. "Ao perceber um senhor de idade em um carro potente na entrada do estabelecimento, mudaram os planos. Eles pensaram que seria como tirar pirulito da boca de criança", disse o delegado. Ao invés de pirulito, bala. Não foram poucas as vezes que Onofre atirou contra o criminoso.

Julianderson abordou o homem com um revólver calibre 38, com cinco munições. Após a ameaça, o médico deixou o veículo e o assistiu dando ré. Informações da Polícia Militar dão conta que o homem de 75 anos sacou a pistola tipo PT 380 da marca Taurus e desferiu os primeiros tiros. Os dois primeiros atingiram o bandido ainda dentro do veículo. Há relatos de que o Julianderson tentou fugir, mas foi alvejado por outros seis disparos. O revólver do criminoso ficou no banco do passageiro do carro que pretendia roubar - um Ford Fusion de cor preta.

Julianderson possui histórico criminal e já foi preso em outras oportunidades. O delegado informou que ele chegou à cena do crime em uma motocicleta - já localizada e apreendida pela Polícia Civil. Ulisses de Souza afirmou que possivelmente o criminoso agiria com o auxílio de outro homem, ainda não identificado. Logo após os disparos, o médico e sua esposa deixaram a cena do crime utilizando um táxi - antes mesmo da chegada da Polícia Militar. A partir da próxima segunda-feira três testemunhas começarão a ser ouvidas. "Teve gente que viu tudo, do começo ao fim. Poderá esclarecer muita coisa", informou o delegado.

Médico é visto como herói por internautas do twitter

"Não gostaria de alongar esse sofrimento". Essas foram as palavras de Onofre Lopes Júnior em uma curta declaração à TRIBUNA DO NORTE durante a manhã de ontem, quando perguntado sobre a possibilidade de uma entrevista. Ele informou que passa por problemas de saúde e que não se encontrava em Natal. O médico tem a intenção de se apresentar à Polícia Civil até a próxima quarta-feira. A informação foi repassada pelo seu advogado Guilherme Carvalho.

O advogado informou que o seu cliente está muito abalado com o ocorrido e está sob medicação. "Assim que houver um parecer médico, iremos à delegacia prestar esclarecimentos. Acredito que isso deva ocorrer até a próxima quarta-feira", disse Guilherme. Segundo o advogado, o homem possui registro da arma tipo pistola pt 380 e também tem porte desde o ano de 1963.

O advogado tratou de esclarecer que o seu cliente não é ligado às Forças Armadas, tendo servido o Exército apenas na década de 1950. Também negou o envolvimento do cliente em outros casos similares, em que teria reagido em caso de assaltos. O delegado Ulisses informou que solicitou uma nova perícia no interior do carro, já que existe dúvida quanto a quantidade de disparos.

O delegado Ulisses de Souza não faz parte do coro que pede justiça com as próprias mãos. Para ele, o caso pode abrir um precedente perigoso para a própria sociedade. "Sou totalmente contra a justiça com as próprias mãos, como é dito. Não gostaria de voltar aos tempos da Lei do Talião, 'olho por olho, dente por dente'". Ele sustenta que o trabalho de investigação e punição legal cabem à polícia, "que é paga para fazer isso". "Sei que a sociedade clama por justiça em vários casos e faço o máximo que posso".

A morte do assaltante foi o assunto predominante nas redes sociais na manhã de ontem, a maioria prestando solidariedade ao médico, dizendo que ele agiu em legítima defesa. "Bandido bom é bandido morto", diziam internautas no microblog twitter. "Duvido que um júri de gente decente não absolva Dr. Onofre por 7x0. Se bem que o processo deve ser arquivado", dizia um. "Parabéns ao Dr. Onofre Júnior, me orgulho muito de ser seu conterrâneo e amigo", postou o ex-suplente de senador José Bezerra Júnior, o "Ximbica. "Um homicídio, em legítima defesa (como parece o caso) é uma necessidade, uma tristeza fruto da insegurança, não algo a ser comemorado", observou Felipe Pinheiro. "O médico Onofre Lopes Jr. está de parabéns. Menos um canalha no mundo. Se todos fizessem isto acabaria com canalhas iguais", complementou Ana Vedri. "Para quem está achando ruim Dr. Onofre ter mandado para o inferno o marginal,paga o enterro dele e da pensão para família", provocou David Sindiprofa.

No embalo da discussão, houve espaço para críticas ao ato do médico que reagiu ao assalto. Houve estocadas aos defensores dos direitos humanos que repudiaram os que defende a tese de que "bandido bom e bandido morto" e até manifestações em defesa da pena de morte. Pelo menos nas redes sociais, o médico foi absolvido e elevado à condição de herói.

sexta-feira, 16 de março de 2012

CORAÇÃO VALENTE.


Foto principal da página de hoje do NJ com manchete do crime de ontem, na farmácia Pague Menos, na rua São José, Lagoa Nova, onde o médico Onofre Lopes Júnior matou um bandido após reagir ao assalto. A foto é de Magnus Nascimento/Arquivo do Novo Jornal. "Médico reage a assalto e mata bandido" é a manchete. Provavelmente, é a primeira edição do NJ cuja manchete principal é uma matéria da editoria de polícia. Boa matéria. Parabéns ao repórter Jalmir Oliveira pela reportagem na p. 02.





Com esse título, na página 02, o NOVO JORNAL, edição de hoje, publica matéria sobre a tentativa de assalto na farmácia Pague Menos, na Av. São José, Lagoa Nova, informando que o médico aposentado Onofre Lopes Júnior, 75, foi o autor dos 8 disparos de pistola que matou o assaltante Julianderson Marcelo Pereira da Silva, 33, no inicio da tarde de ontem.
A matéria feita pelo repórter Jalmir Oliveira registra que Onofre Júnior ficou sob a mira do revólver do assaltante, "que o obrigou a descer do carro e entregar a chave". Ele estava saindo da farmácia com a esposa, Sylvia Lopes,  quando foram surpreendidos com a ação do criminoso, que estava acompanhado de um comparsa, portando um revólver calibre 38, que, ao batera porta do motorista, anunciou o assalto. Onofre Lopes Júnior atendeu às ameaças e entregou as chaves ao bandido que, ao tentar fazer a manobra de fuga no Ford Fusion, placas MYV 7841, de São José de Mipibú, foi atingido por dois tiros de pistola 380mm, atingindo-o na nuca e no braço. O bandido fugiu, a pé, na rua São José, mas foi alvejado seis vezes quando corria e caiu a poucos metros da farmácia. O comparsa fugiu numa motocicleta, mas não foi identificado. O bandido morto tem longa ficha na polícia, segundo o jornal, que ouviu o delegado Ulisses de Souza, da 5ª DP.
Fonte: NOVO JORNAL de hoje, 16.03.12.

FIM DE SEMANA


Natal, 16 de Março de 2012 | Atualizado às 00:34

Cachorrada à moda potiguar

Publicação: 16 de Março de 2012 às 00:00
Tribuna do Norte.

Há quem resista a um bom cachorro-quente? Provavelmente não. Até mesmo em Petrópolis, conhecido território gourmet de Natal, o pãozinho recheado foi  recebido com muito apetite. Aberto em fevereiro, o quiosque Super Dog é a novidade em lanches da área, localizado no cada vez mais badalado largo do Atheneu. A qualidade atestada do produto é um dos seus diferenciais.
Frankie MarconeNo fim da tarde, grupos se reúnem na calçada para lanches e músicaNo fim da tarde, grupos se reúnem na calçada para lanches e música

"É um produto bastante democrático. Por aqui vem de políticos e empresários até estudantes e gente que trabalha no bairro. Todo mundo gosta de cachorro-quente", diz o proprietário Raphael Correia, que cuida do ponto ao lado do sócio Marcelo Santos. Aliás, Marcelo é enteado de Francisco Malaquias, mais conhecido por Tanticos, a mais famosa "grife" de lanches populares natalenses, há dez anos.   "Trabalho há muito tempo com meu padrasto, e aprendi com ele a fazer um bom cachorro-quente", ressalta.

O cachorro-quente do Super Dog tem preparo caseiro, artesanal, e segue a fórmula consagrada em Natal. Um misto de salsicha, carne moída, frango desfiado, batata-palha, milho, ervilha e queijo ralado. O prato completo sai a R$3. E tem o molho que dá o toque diferenciado: maioneses caseiras com orégano, normal, ou com queijo, além das tradicionais mostarda e ketchup. A tradicional Grapette, o conhecido refrigerante de uva, é a sugestão da casa para acompanhar. Raphael acrescenta que em breve virão novas opções entre sanduíches e hambúrgueres.

A presença do Super Dog não pretende apenas incrementar o roteiro de lanches de Petrópolis. Raphael Correia ressalta que há um projeto para reformar a velha calçada onde está instalada o quiosque e outras lanchonetes e cigarreiras. "O piso está acabado. Estamos buscando apoio do poder  público para cuidar de uma reforma no local. Temos um projeto com arquiteto que cuidou de renovar a área sem descaracterizá-la. Também é uma questão de manter a história de Petrópolis", diz. No primeiro sábado de cada mês o largo do Atheneu também recebe uma exposição de carros antigos. Bons motivos para lanchar na área.

Serviço: Super Dog. Largo do Atheneu, Petrópolis (em frente ao colégio). Aberto diariamente, das 16 às 0h.




Cuidado com agressões nas redes sociais.

CASO THALITA MOEMA » Juiz determina que ofensas em redes sociais sejam retiradas em 72 horas
Publicação: 15/03/2012 17:32 Atualização:

Da redação do DIARIODENATAL.COM.BR

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte através do juiz Geomar Brito Medeiros concedeu o pedido de tutela antecipada determinando que ofensas feitas a uma assessora parlamentar de Natal em redes sociais fossem retiradas em até 72 horas. O réu também não poderá lançar conteúdo em redes sociais contra a autora da ação sob pena de multa diária de R$ 500 até o limite de R$ 10 mil.

O advogado Cyrus Benavides que ingressou com ação de pedido liminar explicou que a decisão mostra que a internet não é um ambiente sem lei. “A decisão impõe limites, mas não se caracteriza como censura. Mostra que as pessoas não podem ser ofendidas e até ridicularizadas em redes sociais”, disse o advogado.

Na ação, a defesa da assessora Thalita Moema ainda pede uma indenização de pouco mais de R$ 31 mil por danos morais. A defesa apresentou como provas algumas cópias de materiais postados pelo réu, principalmente no Twitter e no Youtube.

A decisão judicial ainda é uma das primeiras que avalia ofensas em redes sociais no Estado.

quinta-feira, 15 de março de 2012

Era bandido o morto na calçada da Pague Menos.

Uma tentativa de assalto resultou na morte de um bandido no início da tarde desta quinta-feira (15). O fato ocorreu no estacionamento de uma farmácia localizada na rua São José, próximo a avenida Miguel Castro, no bairro de Lagoa Nova, zona Sul de Natal.

Segundo as informações do tenente Guerra, oficial em serviço da região, o bandido - identificado como Julianderson Marcelo, de 30 anos - abordou um dos clientes da farmácia no estacionamento com uma arma calibre 38. O assaltante exigiu que a vítima entregasse o carro. O homem entregou a chave ao bandido e logo em seguida agiu. Assim que Julianderson entrou no carro para fugir com o veículo, o homem assaltado alvejou o bandido com diversos tiros.

Após ser baleado, o Julianderson ainda conseguiu sair do carro, mas em seguida caiu no estacionamento da farmácia e morreu ainda no local. Quando a Polícia Militar foi acionada e chegou ao local, o rapaz que foi vítima do assalto já não se encontrava mais.

O Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) foi encaminhado ao local para fazer o recolhimento do corpo.

*Matéria atualizada às 15h10 para acréscimo de informações
Fonte : Tribuna do Norte.

Homem abatido a tiros perto da Pague Menos

Um homem foi abatido com vários tiros, na avenida São José a poucos metros da caixa dágua da CAERN, há poucos minutos. O corpo  está no local e ainda não foi  identificado. Presume-se que foi um atentado ou um assalto mão armada. O informante, que viu o corpo, disse que tem muitas pessoas no local e que a polícia teria sido acionada. Não se cohecem detalhes do suposto assalto ou atentado.
Últimas: há informações de que foi u ma tentativa de assalto a farmácia Pague Menos. Tudo indica que o morto seria um assaltante ou um transeunte, pois a aglomeração impede maiores esclarecimentos. SAMU e Polícia foram ao local. No RN TV da Inter Cabugi, às 19 horas, mais informações sobre o caso.

domingo, 11 de março de 2012

Repercute laudo troncho de acidente de trânsito em Natal.

ACIDENTE EM NATAL COM CONSEQUÊNCIAS ABSURDAS. DIVULGUEM!



Marcar com estrela

11 de março de 2012 08:35


Do professor João Felipe Trindade, recebi o seguinte imeio:

Divulguem! Podem acontecer com um nosso.
REPASSANDO
JÁ SAIU NA IMPRENSA, PORÉM PRECISAMOS DIVULGAR MAIS AINDA, POIS É UM DESCALABRO, PARA NÃO DIZER, VERGONHA. ESTA CIDADE ESTÁ SOB O PODER DO MAIS FORTE, OU A LEI DO "SABE COM QUEM ESTÁ FALANDO?."
REPASSANDO....divulguem!
ACONTECEU EM NATAL e a estrutura oficial que deveria proteger o cidadão assume postura repulsiva.
---------------------------------------------------------------------------
Em 23 de dezembro passado, bem cedo pela manhã, Margareth Dore voltava – como de costume - pela Rua Nascimento Castro da sessão de hidroginástica. Chegando à Prudente de Morais, com o sinal aberto para ela, cruzou tranquilamente a via quando foi brutalmente atingida por veículo conduzido por um condutor totalmente embriagado. Margareth foi salva por verdadeiro milagre tendo sido retirada, desacordada, pela mala do carro. O automóvel ficou destruido ( perda total para o seguro). A vítima ficou periodicamente na UTI com concussão cerebral e, até o presente, é acometida de amnésia lacunar permanente, segundo o marido, também médico, o Dr. Delfino.
Ocorre que o motorista – o grave infrator – inadmitiu realizar o teste do bafômetro, bem como, o exame de sangue. O pai do embriagado condutor, um policial federal e o tio, coronel da policia do RN, tomaram a frente d
os desdobramentos oficiais do acidente, ameaçaram o Dr. Delfino, esposo da Dra. Margareth, conseguiram testemunhas falsas (duas) e, em virtude dos importantes cargos públicos que ocupam, manipularam o laudo invertendo a posição dos carros. O incrivel é que o laudo oficial ficou pronto em 48 horas (recorde!!!), culpando a vítima, Dra. Margareth. Mais incrível, ainda, é saber que o motorista infrator, um advogado, que conduzia seu veículo alcoolizado, tinha habilitação vencida havia dois anos e, tal documento, sequer fora apreendido.
O irresponsável infrator é assessor da governadora do RN e, até o presente, não se conseguiu conhecer
a identificação do tal indivíduo. Em carta aberta dirigida à Governadora do Estado do Rio Grande do Norte, publicada em jornais e divulgada em emissoras de radio local, o esposo da vítima fez denuncia notadamente em face dos absurdos atos oficiais que distorceram a verdade do grave sinistro.
O Ministério Público se manifestou ao encontro da preservação da justiça em face do relato do Dr. Delfino sobre a ingerência dos policiais - familiares do infrator - junto a órgão do DETRAN onde conseguiram a emissão de novo laudo atribuindo culpa recíproca.
O causador do acidente, além de ameaçar o casal de médicos (Drs. Delfino e Margareth) com atos que envolvem seus parentes policiais, está absurdamente exigindo indenização......................
Divulguem!



--

“Ser útil nem sempre é ser agradável”jl

sexta-feira, 9 de março de 2012

Paulo Eduardo, presidente da OAB/RN, está conversando com o bispo.

Presidente da OAB/RN propõe parceria com Arquidiocese de Natal

Tribuna do Norte/ Natal/RN.
Publicação: 09 de Março de 2012 às 15:03

O Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, secção do Rio Grande do Norte, Paulo Eduardo foi recebido em audiência pelo Arcebispo Metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, às 11h30 desta sexta-feira (9), no gabinete episcopal. O Presidente da OAB/RN estava acompanhado de Paulo Henrique Souto, um dos Conselheiros da instituição. Dois temas pautaram a audiência.
DivulgaçãoPaulo Eduardo, presidente da OAB/RN foi recebido em audiência pelo Arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha no gabinete episcopal.Paulo Eduardo, presidente da OAB/RN foi recebido em audiência pelo Arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha no gabinete episcopal.

O primeiro foi o Projeto da OAB nacional, que pretende realizar uma mobilização nacional, com coleta de assinaturas, para pedir ao governo brasileiro aumento na quota orçamentária da União para a Saúde. A OAB, secção do Rio Grande do Norte, pediu o apoio da Igreja nesta empreitada.

O segundo foi a retomada da Comissão Justiça e Paz, através de uma parceria entre as duas instituições. O Arcebispo, Dom Jaime Vieira Rocha, se dispôs a colaborar nas duas empreitadas. "Nós trabalhamos sem qualquer vinculação com a política partidária", disse Paulo Eduardo, Presidente da OAB/RN. O Arcebispo, por sua vez, comentou que um trabalho desse porte, quando é feito sem essa conotação partidária, tem maior credibilidade. Por fim, Dom Jaime comentou: "nesta época de crises morais, as instituições que tiverem referência nos princípios cristãos fazem a diferença".
----------------

Nota do editor: O advogado Paulo Eduardo iniciou conversações com o Arcebispo de Natal, Dom Jaime, conforme matéria da Tribuna do Norte. Lembrem-se que o terreno da rua Barão de Serra Branca estava doado à Paróquia de Nossa Senhora de Candelária, desde a construção do conjunto residencial. O terreno foi doado pelo Estado do RN para a OAB construir a sua sede oficial (um bonito projeto arquitetônico, cuja autoria nos é desconhecida). As obras não foram iniciadas e não há movimento organizado contra a sua construção. Houve um abaixo assinado e não se sabe qual o destino dele. Várias pessoas assinaram o documento contra a obra, mas parece que é um documento secreto... A boataria está grande: estão dizendo que a obra está embargada por causa do tapume. Não sei. Sr. JoãoVictor disse hoje que ouviu a informação. Aguardemos.